Pressupostos do desempenho: um estudo da ambidestria, exploração e explotação em uma rede de farmácias do RS

Juliana de Lima Marques, Elvis Silveira-Martins

Resumo


A busca por estratégias gerenciais que permitam que a organização alcance melhores resultados tem atraído estudiosos da área e gestores interessados nos resultados de suas pesquisas. Tal interesse é decorrente, dentre outros aspectos, da concorrência acirrada e de volatilidades do ambiente. A pesquisa objetiva modelar as ações ambidestras e suas dimensões: exploração e explotação, em contraste com desempenho das farmácias de uma rede do Rio Grande do Sul. A pesquisa foi baseada na pesquisa quantitativa e descritiva, utilizando o método survey, baseado em questionários fechados aplicados às 612 farmácias, com uma taxa de retorno de 6,53%, pertencentes à rede FARXV. A análise fatorial confirmatória e a modelagem de equações estruturais foram utilizadas para tratar os dados coletados. Foi concluído que o investimento em estratégias ambidestras, pelos gestores das empresas, resulta em desempenho correspondente. Embora os resultados da associação sejam igualmente positivos, não foi confirmado que as estratégias de exploração e explotação reflitam desempenho.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13037/gr.vol33n97.3831



 

Indexadores de que a G&R faz parte:


   DOAJ OAIster OCLC Ulrich LiVre Redalyc  SUMARIOS.org LatindexProquest

 

A G&R utiliza o                software  iThenticate para detecção e  prevenção de plágio 
 

    
 
 
 
A G&R é signatária da Declaração        de São Francisco sobre Avaliação        de Pesquisa- Dora