INOVAÇÃO EM MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DE GOIÂNIA

Autores

  • Paulo Cesar Bontempo Centro Universitário Alves Faria - GO
  • Rodson Marden Witotovicz Centro Universitário Alves Faria - GO
  • Mariano Yoshitake Universidade Ceuma - MA

DOI:

https://doi.org/10.13037/gr.vol35n103.4440

Resumo

As micro e pequenas empresas podem utilizar recursos próprios para inovarem, podem utilizar recursos de bancos privados ou públicos. O objetivo deste estudo é verificar as principais características e dificuldades envolvendo a inovação em micro e pequenas empresas dos setores industrial, comercial e de serviços de Goiânia e para tanto, foi utilizada uma amostra de 228 micro e pequenas empresas do município. A metodologia da pesquisa é quantitativa, tendo sido utilizada a técnica de análise de correspondência. Foi possível verificar que, apesar das micro e pequenas empresas reconhecerem a importâncias das inovações, existem algumas dificuldades associadas à obtenção de recursos para inovar e que empresas dos três setores que utilizam uma combinação de recursos próprios e de bancos privados para promoverem suas inovações, têm mais sucesso em suas iniciativas. Por outro lado, é grande o número de empresas dos três setores que não dispões de recursos para inovar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo Cesar Bontempo, Centro Universitário Alves Faria - GO

Doutorado em Administração pela USP e professor titular dos Mestrados em Desenvolvimento Regional e Administração do Centro Universitário Alves Faria - GO

Rodson Marden Witotovicz, Centro Universitário Alves Faria - GO

Mestre em Administração pelo Centro Universitário Alves Faria - GO

Mariano Yoshitake, Universidade Ceuma - MA

Doutorado em Controladoria e Contabilidade pela Universidade de São Paulo. Professor titular da Universidade Ceuma

Downloads

Publicado

17-05-2019