PROPOSIÇÃO DE UM PROCESSO DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO APOIADO NO BSC PARA O SERVIÇO PÚBLICO: O CASO DE UM SERVIÇO DE LICENCIAMENTO MUNICIPAL DE PEQUENAS REFORMAS

Fábio Aranha Fares, Sérgio Augusto Pereira Bastos, Graziela Xavier Fortunato

Resumo


Governantes, servidores, usuários de serviços e a sociedade como um todo percebem que os governos municipais, no exercício do serviço de licenciamento de pequenas reformas em edificações, geram obstáculos ao desenvolvimento urbano por criar procedimentos ineficientes desprovidos de um direcionamento estratégico. Os gestores públicos estão muito focados nos aspectos urbanísticos e formais das edificações, mas usualmente desprezam uma visão de longo prazo. Com isso, a construção da legislação e a dinâmica operacional ocorrem de forma errática. É proposto, então, um processo de planejamento estratégico para unidade que presta o referido serviço público, com a utilização do Balanced Scorecard (BSC), a partir do planejamento estratégico do Município. Foram identificadas as perspectivas, os objetivos estratégicos, os indicadores, as metas e o mapa estratégico, utilizando a metodologia da pesquisa-ação. Além da contribuição teórica com a sugestão de uma perspectiva regulatória ao BSC, destacam-se as lições aprendidas com a aplicação do método escolhido.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13037/gr.vol35n103.4539



 

Indexadores de que a G&R faz parte:


   DOAJ OAIster OCLC Ulrich LiVre Redalyc  SUMARIOS.org LatindexProquest

 

A G&R utiliza o                software  iThenticate para detecção e  prevenção de plágio 
 

    
 
 
 
A G&R é signatária da Declaração        de São Francisco sobre Avaliação        de Pesquisa- Dora