CRESCIMENTO ECONÔMICO PARANAENSE: uma abordagem com o modelo GWR

Autores

DOI:

https://doi.org/10.13037/gr.vol38n114.7027

Resumo

O crescimento econômico regional é um tema que desperta a curiosidade de diversos pesquisadores, pois compreender o modo com este ocorre, bem como entender de que forma se dá o processo de interação entre as variáveis, dadas as características de cada região, é fundamental para que o mesmo possa ser alcançado. Assim, objetivando analisar qual o comportamento local das variáveis de crescimento econômico, o presente estudo aborda o tema, a partir de uma revisão ampla, utilizando variáveis recorrentemente encontradas em pesquisas tanto do campo teórico como o empírico, para assim poder verificar, por meio do modelo Geographically Weighted Regression (GWR), o que de fato afetou o crescimento dos municípios paranaenses. Os resultados indicam que os efeitos das variáveis mudaram no período, tanto em termos de valor como regionalmente. Destaca-se que as variáveis de educação, estrutura municipal e valor adicionado agrícola tiveram expressiva importância para o crescimento econômico regional do Paraná.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rodrigo Monteiro Silva, Universidade Estadual de Maringá

Bacharel em Ciências Econômicas - UNESPAR

Historiador - UEM

Especialista em Perícia Contábil - UNICESUMAR

Especialista em Administração Financeira - UNICESUMAR

Mestre em Teoria Econômica - UEM Graduando de História - UEM

Doutorando em Teoria Econômica - UEM

Alexandre Florindo Alves, Universidade Estadual de Maringá - UEM

Graduação em Agronomia -Universidade Federal de Viçosa (1993)

Mestrado em Economia Aplicada - Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (1997)

Doutorado em Economia Aplicada - Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (2000)

Coordenador Adjunto (2008 a 2010) e Coordenador (2010 a 2012) do Programa de Pós-Graduação em Ciências Econômicas da Universidade Estadual de Maringá Professor

Associado do Departamento de Economia Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciências Econômicas

Referências

ALMEIDA, E. Econometria espacial aplicada. Editora Alínea, Campinas, São Paulo, 2012.

ALVES, L. R. Região, Urbanização e Polarização. In: PIACENTI. C. A. et al. (Org.). Economia e Desenvolvimento Regional. Ed. Parque Itaipu. Foz do Iguaçu, 2016.

BIANCHI, A. M. Albert Hirschmann América Latina e sua trilogia sobre desenvolvimento econômico. Economia e Sociedade, Campinas, v. 16, n. 2, p. 131-150, ago. 2007.

CACCIAMALI, M. C; PIRES, J; LACERDA, G; PIRES, E. L; PORTELA, A. Crescimento econômico e geração de empregos: considerações sobre políticas públicas. Planejamento e políticas públicas, n. 12, 2009.

CANCIAN, N.A. Cafeicultura paranaense: 1900/1970. Curitiba: Grafipar, 1981.

CARMO, A. S. A; RAIHER, A. P; STEGE, A. L. O efeito das exportações no crescimento econômico das microrregiões brasileiras: uma análise espacial com dados em painel. Estudos Econômicos (São Paulo), v. 47, n. 1, p. 153-183, 2017.

CARNEIRO, D. M; SILVA, E. L. A importância do tamanho das firmas para o crescimento econômico das microrregiões brasileiras. REDES: Revista do Desenvolvimento Regional, v. 23, n. 3, p. 395-421, 2018.

CAVALCANTE, L. R. M. T. Produção teórica em economia regional: uma proposta de sistematização. Revista brasileira de estudos regionais e urbanos, v. 2, n. 1, 2007.

CIMA, E. G; AMORIM, L. S. B. Desenvolvimento regional e organização do espaço: uma análise do desenvolvimento local e regional através do processo de difusão de inovação. Revista da FAE, v. 10, n. 2, 2007.

CORRÊA, J. C.S ; SILVEIRA, R. L .L; KIST, R. B.. SOBRE O CONCEITO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL: NOTAS PARA DEBATE. Revista Brasileira de Gestão e Desenvolvimento Regional, v. 15, n. 7, 2019.

DALLABRIDA, V. R; DESCHAMPS, M. V; SCHIMALSK, M. B; KNOREK, R. Aportes teórico-metodológicos sobre a dimensão espacial do desenvolvimento: uma contribuição. DRd-Desenvolvimento Regional em debate, v. 1, n. 1, p. 190-209, 2011.

DIAS, F; PORSSE, A. Convergência de renda nos municípios paranaenses, no período 2000-10: uma abordagem de econometria espacial. Ensaios FEE, v. 37, n. 2, p. 581-602, 2016.

FERRARIO, M. N; SANTOS, A. A. L; PARRÉ, J. L; LOPES, R. L. Uma análise espacial do crescimento econômico do estado do Paraná para os anos 2000 e 2004. Revista Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos, v. 3, n. 1, 2009.

FIRME, V. A. C; SIMÃO FILHO, J. Análise do crescimento econômico dos municípios de minas gerais via modelo MRW (1992) com capital humano, condições de saúde e fatores espaciais, 1991-2000. Economia Aplicada, v. 18, n. 4, p. 679-716, 2014.

FONTENELE, R. E. S; DE MOURA, H. J; LEOCADIO, Á. L. Capital humano, empreendedorismo e desenvolvimento: evidências empíricas nos municípios do Ceará. Revista de Administração Mackenzie (Mackenzie Management Review), v. 12, n. 5, 2011.

FOTHERINGHAM, A. S.; BRUNSDON, C.; CHARLTON, M. Geographically Weighted Regression: The Analysis of Spatially Varying Relationship. Chichester: John Wiley, 2002.

GWR USER MANUAL. Windows Application for Geographically Weighted Regression Modelling, 2016.

HIRSCHMAN, A. O. H. The Strategy of Economic Development. Yale University Press. 1958.

IRFFI, G. Impactos da abertura comercial e contribuição dos diferenciais de escolaridade sobre o nível de renda dos municípios cearenses, no período 1997-2005. Ensaios FEE, v. 37, n. 1, p. 217-254, 2016.

KELLEY, A. C. Economic consequences of population change in the Third World. Journal of Economic Literature, v. 26, n. 4, p. 1685-1728, 1988.

LAZZAROTTO, J. J.; LIMA, J. E. Análise espacial dos principais determinantes da renda per capita dos municípios brasileiros. Anais do XLVI Congresso Brasileiro de Economia e Sociologia Rural. Rio Branco: SOBER, 2008.

LIMA, A. C. C; SIMÕES, R. F. Teorias do desenvolvimento regional e suas implicações de política econômica no pós-guerra: o caso do Brasil. Belo Horizonte: Cedeplar, 2009.

LOURES, A; FIGUEIREDO, E. Uma nota sobre o impacto do comércio internacional no crescimento de economias em desenvolvimento. Revista Brasileira de Economia, v. 71, n. 4, p. 453-461, 2017.

MADUREIRA, E. M. P. Desenvolvimento regional: principais teorias. Revista Thêma et Scientia, v. 5, n. 2, p. 8-23, 2015.

MCNICOLL, G. Consequences of rapid population growth: An overview and assessment. Population and development review, p. 177-240, 1984.

MEDEIROS, C. N; NETO, V. R.P. Os determinantes espaciais da extrema pobreza no estado do Ceará - 2010. Ceará. IPECE, 2011. (Texto para Discussão, n.97) Disponível em: < https://www.ipece.ce.gov.br/textos-para-discussao-pobreza-e-vulnerabilidades/> Acesso em: 10 abr. 2019.

MEINERS, W. E; ESTEVES, L. A; LEITE, L. M; RISSETE, C. R. Uma Análise Espacial do Índice de Desenvolvimento Municipal da Micro e Pequena Empresa (IDMPE) do Paraná. Revista Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos, v. 7, n. 2, p. 68-82, 2013.

MEYER, D; SHERA, A. The impact of remittances on economic growth: An econometric model. EconomiA, v. 18, n. 2, p. 147-155, 2017.

MONASTERIO, L.; CAVALCANTE, L. R. M. T. Fundamentos do pensamento econômico regional. In: CRUZ et. al (Org.). Economia Regional e Urbana: teorias e métodos com ênfase no Brasil. Rio de Janeiro: IPEA, 2011.

MONTENEGRO, R. L. G. LOPES, T. H. C. R; RIBEIRO, L. C. S; CRUZ, I. S; ALMEIDA, C. P. C. Efeitos do crescimento econômico sobre os estados brasileiros (1992-2006). Economia Aplicada, v. 18, n. 2, p. 215-241, 2014.

MYRDAL, G. Teoria Econômica e regiões subdesenvolvidas. Rio de Janeiro: Saga, 1968.

NIEDERLE, P. A; CARDONA, J. C. R; FREITAS, T. D. Hirschmann e a economia do Desenvolvimento. In: NIEDERLE, P.A; RODOMSKY (Org.). Introdução às teorias do desenvolvimento. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2016.

NORTH, D. Teoria da localização e crescimento econômico regional In: J. SCHWARTZMANN (org.) Economia Regional e urbana: textos escolhidos. Belo Horizonte: UFMG, p. 333-343, 1977.

OTTONELLI, J; DA SILVA, J. L. M; MARIN, S. R. Desenvolvimento humano no Nordeste: um estudo sobre a influência de indicadores sociais no IDH-M (1991 e 2000). Revista Economia e Desenvolvimento, v. 12, n. 1, 2013.

PAIVA, P. T. A; WAJNMAN, S. Das causas às consequências econômicas da transição demográfica no Brasil. Revista brasileira de estudos populacionais, v. 22, n. 2, p. 13-15, 2005.

PEREIRA, A. E. G; NAKABASHI, L; SALVATO, M. A. Instituições e nível de renda: uma abordagem empírica para os municípios paranaenses. Nova Economia, v. 22, n. 3, p. 597-620, 2012.

PERROUX, F. O conceito de polo de crescimento. In: FAISSOL, Esperidião (Org.). Urbanização e Regionalização. Secretária de Planejamento da Presidência da República, 1978.

PORTILLO, J. A. Uma análise das estratégias do setor automobilístico e investimentos das quatro maiores montadoras brasileiras até 2020: aplicação da matriz insumo-produto. Práticas em Contabilidade e Gestão, v. 7, n. 1, 2019.

PORTUGAL, M. S.; SOUZA, N. J. Fatores de crescimento da região Sul, 1960/1995.

Economia Aplicada, v. 3, n. 4, p. 577-613, 1999.

RAIHER, A. P; HIGACHI, H. Y; DO CARMOS, A. S.S. O Programa Paraná Competitivo e seu efeito na dinâmica econômica dos municípios paranaenses: uma análise espacial. REDES: Revista do Desenvolvimento Regional, v. 23, n. 3, p. 367-394, 2018.

RIBEIRO, H. M. D; BASTOS, S. Q. A; DE OLIVEIRA, A. M. H.C. Arranjos Institucionais e Desenvolvimento: uma Análise Multivariada e Espacial para Municípios de Minas Gerais. Análise Econômica, v. 35, n. 68, 2017.

RIBEIRO, A. G; BAQUERO, O. S; ALMEIDA, S. L; FREITAS, C.U; CARDOSO, M. R. A; NARDOCCI, A. C. Influência da densidade de tráfego veicular na internação por câncer do aparelho respiratório no Município de São Paulo, Brasil. Cadernos de Saúde Pública, v. 35, p. e00128518, 2019.

SCHMIDT, M. A; FILIZOLA, R. Construção: novos estudos sociais. São Paulo: Editora do Brasil, 1988.

SOUZA, C. C. G. ALVES, L. R. A especialização e a reestruturação produtiva das atividades econômicas entre as mesorregiões do Brasil entre 2000 a 2009. Revista

GEPEC, v.15, n.3, p.145-161 2011.

SOUZA, N. J. Economia regional: conceito e fundamentos teóricos. Perspectiva Econômica. Rio Grande do Sul, v.11, n.32, p.67-102, 1981.

THISSE. J. F. Geografia Econômica. In: CRUZ et. al (Org.). Economia Regional e Urbana: teorias e métodos com ênfase no Brasil. Rio de Janeiro: IPEA, 2011, p.43-77.

TRINTIN, J. G. A nova economia paranaense: 1970-2000. Maringá: Eduem, 2006.

VIEIRA, E. T; SANTOS, M. J. Desenvolvimento econômico regional–uma revisão histórica e teórica. Revista Brasileira de Gestão e Desenvolvimento Regional, v. 8, n. 2, 2012.

WRIGHT, C. L. Método econométrico: algumas reflexões sobre a obra pioneira de Von Thünen. Brazilian Review of Econometrics, v. 2, n. 2, p. 79-94, 1982.

Publicado

2022-05-27