Avaliação do Desempenho do Método dos Mínimos Quadrados: um Estudo de Caso com Duas Séries Temporais de Índices Macroeconômicos

Paulo Siga Thomaz, Gérson dos Santos Nunes, Viviane Leite Dias de Mattos

Resumo


O objetivo deste estudo foi de realizar uma avaliação do método dos mínimos quadrados na construção de um modelo de regressão linear, envolvendo o índice do Produto Interno Bruto (PIB) nacional e a Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF) da construção civil. Com esse intuito, foi construído um modelo de regressão polinomial de quinto grau com o PIB como variável dependente. Apesar das duas matrizes de dados possuírem forte correlação, o modelo selecionado apresentou problemas de dependência em seus resíduos. Conclui-se, portanto, que o método dos mínimos quadrados não é capaz de modelar adequadamente a relação entre esses dois índices quando um modelo de regressão polinomial é utilizado.


Texto completo:

PDF

Referências


BON R. The future of international construction: secular patterns of growth and decline. Habitat International. 1992;3:119-128.

BUSSAB WO, MORETTIN PA. Estatística Básica. 6 ed. São Paulo: Editora Saraiva; 2010.

ENGLE R.F. Autoregressive conditional heteroscedasticity with estimates of the variance of United Kingdom inflations. Econometrica. 1982;50:987-1007.

FARIAS CF. Análise dos impactos do PAC sobre o crescimento do PIB a preços correntes [monography]. Rio Grande: Instituto de Ciências Econômicas, Administrativas e Contábeis/FURG; 2015.

FIALHO, K.E.R, COSTA, H.N., LIMA, S.H.Q, & NETO, J.P.B. Aspectos econômicos da construção civil no Brasil. In: Anais do XV Encontro Nacional de Tecnologia do Ambiente Construído [Internet]; 2014 Novembro 12-14; Maceió, Brazil. Available from: < http://www.infohab.org.br/entac2014/artigos/paper_179.pdf>

INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA (IPEA). Indicador IPEA de FBCF. 1996-2017. Available from: < http://www.ipea.gov.br/cartadeconjuntura/wp-content/uploads/2017/03/Dados-Indicador-Ipea-FBCF-jan-17.xlsx>.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Produto Interno Bruto (PIB) Nacional. Available from: .

JARQUE, C. M., & BERA, A. K. A test for normality of observations and regression residuals. International Statistical Review. 1987. 55:163-172;

LEVENE, H. Robust Test for Equality of Variances. In Contributions to Probability and Statistics: Essays in Honor Hotteling, Stanford University Press, California, United States, 1960. p. 278-292.

LJUNG, G., & BOX, G. E. P. On a measure of lack of fit in time series models. Biometrika. 1978; 65: 297-303.

KURESKI, R., RODRIGUES, R.L., MORETTO, AC, FILHO, U.A.S, & HARDT, L.P.A. O macro setor da construção civil na economia brasileira em 2004. Ambiente construído. 2008;1:07-19.

R CORE TEAM. R: A Language and Environment for Statistical Computing. R Foundation for Statistical Computing, Vienna, Austria. Disponível em https://www.R-project.org.Acesso em: 05 jan. 2019.

PASSOS, A.G., MACIEL, M. A. C., DORIA, M. R., OLIVEIRA, R. B., & RUSSO, S. L. Análise estatística da evolução do produto interno bruto da indústria da construção civil brasileira utilizando regressão linear simples. Revista Geintec. 2012; 5:505-514.

SARTORIS, A. Estatística e Introdução à Econometria. 2 ed. São Paulo: Editora Saraiva; 2013.

SILVA, V.M.; & MATTOS, V.L.D. O método dos mínimos quadrados no ajuste de um modelo polinomial. Scientia Plena. 2017;13:01-08.

SOUZA, B. M.; OLIVEIRA, C. A. C.; SANTANA, J. C. O.; Neto, L. A. C. V.; & SANTOS, D. G. Análise dos indicadores PIB Nacional e PIB da indústria da construção civil. Revista de Desenvolvimento Econômico. 2015; 17(31): 140-150.

SOUZA, J. M. Economia brasileira. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2012.

TEIXEIRA, L.P., & CARVALHO F.M.A. A construção civil como instrumento de desenvolvimento da economia brasileira. Revista Paranaense de Desenvolvimento. 2005;109:09-26.

THOMAZ, P. S., NUNES, G. S.; & MATTOS, V. L. D. Avaliação do Desempenho do Método dos Mínimos Quadrados: um Estudo de Caso com Duas Séries Temporais de Índices Macroeconômicos. Anais… Rio Grande, 8° MCSUL, 2018. 2607 p. ISSN: 2316-1027.




DOI: https://doi.org/10.13037/ria.vol15n1.6980

Revista de Informática Aplicada - USCS/UFABC

 

Indexadores que a RIA faz parte: