Avaliação do Desempenho do Método dos Mínimos Quadrados: um Estudo de Caso com Duas Séries Temporais de Índices Macroeconômicos

Autores

  • Paulo Siga Thomaz Universidade Federal de Rio Grande (FURG)
  • Gérson dos Santos Nunes Universidade Federal de Rio Grande (FURG)
  • Viviane Leite Dias de Mattos Universidade Federal de Rio Grande (FURG)

DOI:

https://doi.org/10.13037/ria.vol15n1.6980

Resumo

O objetivo deste estudo foi de realizar uma avaliação do método dos mínimos quadrados na construção de um modelo de regressão linear, envolvendo o índice do Produto Interno Bruto (PIB) nacional e a Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF) da construção civil. Com esse intuito, foi construído um modelo de regressão polinomial de quinto grau com o PIB como variável dependente. Apesar das duas matrizes de dados possuírem forte correlação, o modelo selecionado apresentou problemas de dependência em seus resíduos. Conclui-se, portanto, que o método dos mínimos quadrados não é capaz de modelar adequadamente a relação entre esses dois índices quando um modelo de regressão polinomial é utilizado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo Siga Thomaz, Universidade Federal de Rio Grande (FURG)

Mestre em Modelagem Computacional pela Universidade Federal de Rio Grande (FURG)

Gérson dos Santos Nunes, Universidade Federal de Rio Grande (FURG)

Mestre em Modelagem Computacional pela Universidade Federal de Rio Grande (FURG)

Viviane Leite Dias de Mattos, Universidade Federal de Rio Grande (FURG)

Docente na Universidade Federal de Rio Grande (FURG)

Instituto de Matemática, Estatística e Física (IMEF)

Referências

BON R. The future of international construction: secular patterns of growth and decline. Habitat International. 1992;3:119-128.

BUSSAB WO, MORETTIN PA. Estatística Básica. 6 ed. São Paulo: Editora Saraiva; 2010.

ENGLE R.F. Autoregressive conditional heteroscedasticity with estimates of the variance of United Kingdom inflations. Econometrica. 1982;50:987-1007.

FARIAS CF. Análise dos impactos do PAC sobre o crescimento do PIB a preços correntes [monography]. Rio Grande: Instituto de Ciências Econômicas, Administrativas e Contábeis/FURG; 2015.

FIALHO, K.E.R, COSTA, H.N., LIMA, S.H.Q, & NETO, J.P.B. Aspectos econômicos da construção civil no Brasil. In: Anais do XV Encontro Nacional de Tecnologia do Ambiente Construído [Internet]; 2014 Novembro 12-14; Maceió, Brazil. Available from: < http://www.infohab.org.br/entac2014/artigos/paper_179.pdf>

INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA (IPEA). Indicador IPEA de FBCF. 1996-2017. Available from: < http://www.ipea.gov.br/cartadeconjuntura/wp-content/uploads/2017/03/Dados-Indicador-Ipea-FBCF-jan-17.xlsx>.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Produto Interno Bruto (PIB) Nacional. Available from: <http://www.cbicdados.com.br/menu/pib-e-investimento/pib-brasil-e-construcao-civil>.

JARQUE, C. M., & BERA, A. K. A test for normality of observations and regression residuals. International Statistical Review. 1987. 55:163-172;

LEVENE, H. Robust Test for Equality of Variances. In Contributions to Probability and Statistics: Essays in Honor Hotteling, Stanford University Press, California, United States, 1960. p. 278-292.

LJUNG, G., & BOX, G. E. P. On a measure of lack of fit in time series models. Biometrika. 1978; 65: 297-303.

KURESKI, R., RODRIGUES, R.L., MORETTO, AC, FILHO, U.A.S, & HARDT, L.P.A. O macro setor da construção civil na economia brasileira em 2004. Ambiente construído. 2008;1:07-19.

R CORE TEAM. R: A Language and Environment for Statistical Computing. R Foundation for Statistical Computing, Vienna, Austria. Disponível em https://www.R-project.org.Acesso em: 05 jan. 2019.

PASSOS, A.G., MACIEL, M. A. C., DORIA, M. R., OLIVEIRA, R. B., & RUSSO, S. L. Análise estatística da evolução do produto interno bruto da indústria da construção civil brasileira utilizando regressão linear simples. Revista Geintec. 2012; 5:505-514.

SARTORIS, A. Estatística e Introdução à Econometria. 2 ed. São Paulo: Editora Saraiva; 2013.

SILVA, V.M.; & MATTOS, V.L.D. O método dos mínimos quadrados no ajuste de um modelo polinomial. Scientia Plena. 2017;13:01-08.

SOUZA, B. M.; OLIVEIRA, C. A. C.; SANTANA, J. C. O.; Neto, L. A. C. V.; & SANTOS, D. G. Análise dos indicadores PIB Nacional e PIB da indústria da construção civil. Revista de Desenvolvimento Econômico. 2015; 17(31): 140-150.

SOUZA, J. M. Economia brasileira. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2012.

TEIXEIRA, L.P., & CARVALHO F.M.A. A construção civil como instrumento de desenvolvimento da economia brasileira. Revista Paranaense de Desenvolvimento. 2005;109:09-26.

THOMAZ, P. S., NUNES, G. S.; & MATTOS, V. L. D. Avaliação do Desempenho do Método dos Mínimos Quadrados: um Estudo de Caso com Duas Séries Temporais de Índices Macroeconômicos. Anais… Rio Grande, 8° MCSUL, 2018. 2607 p. ISSN: 2316-1027.

Downloads

Publicado

15-06-2020

Edição

Seção

Artigos