ASSISTÊNCIA INTEGRAL A SAÚDE DO ADOLESCENTE NO BRASIL: UMA REVISÃO DE LITERATURA

Antonio Carlos Santos Silva, Ramon Missias Moreira, Jules Ramon Brito Teixeira, Zenilda Nogueira Sales, Eduardo Nagib Boery, Valéria Alves da Silva Nery

Resumo


Introdução: a adolescência constitui-se como um estágio de transição da infância para a vida adulta, e essa por sua vez não se caracteriza por um processo contínuo e uniforme. O adolescente constitui-se como um grupo vulnerável no que tange as necessidades e problemas relacionados a saúde. Objetivo: desenvolver uma reflexão crítica sobre a atenção integral a saúde de adolescentes no Brasil por meio da revisão de literatura. Método: trata-se de uma revisão de literatura, com abordagem qualitativa, de desenho analítico e descritivo, realizada em bases de dados como BVS, Lilacs e Scielo. A seleção dos artigos teve como critérios de inclusão: periódicos brasileiros que enfocassem o assunto, produzidos entre os anos de 2005 e 2010, com linguagem em português, a partir dos descritores: “adolescente”, “saúde”, “serviço de saúde” e “PROSAD”. Resultados: a identificação dos principais problemas, a seleção de prioridades e a definição de estratégias de atuação devem fazer parte de um processo que envolva os adolescentes e profissionais de diferentes setores. Conclusão: pode-se considerar que os diversos fatores envolvidos na dinâmica do ser adolescente, possibilitando tanto a educação permanente, quanto a construção de práticas integrais em saúde que se fundamentem nos princípios do SUS é uma das maneiras mais concretas para que a atenção integral ao adolescente seja efetivada.



Palavras-chave


Adolescente; Saúde; Serviço de saúde; PROSAD

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13037/rbcs.vol11n38.1991