ESTADOS DE HUMOR E FATORES ASSOCIADOS DE NADADORES EM PERÍODO COMPETITIVO

Ricardo Brandt, Rafaela Grübel Werlang, Guilherme Guimarães Bevilacqua, Fabiano Souza Pereira, Carla Maria de Liz, Claudia Arab, Rodrigo Batalha Silva, Alexandro Andrade

Resumo


Aspectos psicológicos de atletas podem ser decisivos nos seus resultados e apresentam variações e influências de outros fatores, como o sono e treinamento. A natação exige diversas capacidades dos atletas, assim este estudo buscou analisar os estados de humor e fatores associados de nadadores em período competitivo. Participaram da pesquisa 54 atletas com idade entre 12 e 32 anos que participaram de uma etapa do campeonato Catarinense de natação. Foram utilizados o Questionário de Caracterização Geral de Atletas de Alto Rendimento e a Escala de Humor de Brunel (BRUMS), aplicados no momento pré competição. A análise descritiva das variáveis foi realizada por meio de média e desvio padrão e para comparação dos estados de humor de homens e mulheres, tempo de prática, nível esportivo que competem e o resultado da competição foi utilizado o teste U de Mann-Whitney. A maioria dos atletas dedica-se exclusivamente ao esporte, não faz uso de medicamentos que regulem o humor e se auto avaliam com boa qualidade de sono. Não foram verificadas diferenças ao comparar os estados de humor dos nadadores em função do tempo de prática, nível de competições que participam e o resultado obtido na competição. Os nadadores apresentaram níveis adequados de humor, existindo correlação significativa inversa com a auto percepção da qualidade do sono e os fatores de humor raiva, fadiga e depressão, o que pode influenciar negativamente no desempenho dos atletas.

Palavras-chave


Humor; Atletas; Natação; Sono

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13037/rbcs.vol12n40.2197

Indexadores: