UMA VISÃO DA DANÇA E SUAS LESÕES

Helena Cristina Ferraz de Camargo, Flávia Maria Serra Ghirotto

Resumo


O presente estudo teve como objetivo apresentar uma
revisão de literatura sobre aspectos relacionados a lesões
associadas à dança. Algumas lesões apresentam maior
prevalência em função dos movimentos e das adaptações
anatômicas dos particantes. As lesões encontradas com
maior freqüência foram nos tornozelos e pés, muito
associadas com o uso da sapatilha. Nesse sentido algumas
escoriações no tecido tegumentar foram encontradas. Ainda
seria interessante ressaltar que as aulas não seguem uma
programação de preparação física, o que resulta em maior
possibilidade de lesões. Por outro lado, algumas citações apresentam que a participação dos professores é de
extrema importância para o sucesso na prática dos
movimentos. Assim, podemos concluir que as estruturas
corporais estressadas pela sua constante utilização, os
treinos de preparação corporal e os treinos específicos
repetitivos, movimentos de flexões, extensões e rotações,
principalmente em membros inferiores, são importantes
fatores na predisposição de lesões na dança.

Palavras-chave


dança; lesões; educação física.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13037/rbcs.vol1n1.493

Indexadores: