Ambientes de inovação para a indústria criativa

Marcela Guimarães Silva, Tiago Costa Martins

Resumo


Este estudo busca identificar a participação da indústria criativa e da classe criativa nos ambientes dedicados à inovação. Para tanto, parte de uma revisão bibliográfica sobre o movimento maker, ambientes de inovação e indústria criativa, e de uma pesquisa quantitativa, em que são analisados os dados do censo 2017 do Coworking Brasil, e da Rede Fab Lab Brasil. Os resultados demonstram que os ambientes de inovação crescem diante da emergência de novas formas de trabalho e de relacionamento no ambiente de trabalho e como resultado de avanços tecnológicos, o que não pode ser interpretado como uma tendência, mas como uma forma de fortalecimento dos setores e da classe criativa.


Texto completo: PDF




Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

Indexadores de que a C&I faz parte:

 

 

Latindex

Latindex

 

ISSN 2178-0145