O Desenvolvimento de Competências Empreendedoras na Administração Pública: Um Estudo Com Empreendedores Corporativos na Prefeitura de Blumenau, Santa Catarina

Fernando Cesar Lenzi, Flavio Ramos, Emerson Antonio Maccari, Cristina Dai Pra Martens

Resumo


Esta pesquisa teve como objetivo identificar as competências dos empreendedores corporativos ligados à administração pública. Foi realizada por meio de uma pesquisa com 25 servidores públicos envolvidos no desenvolvimento de projetos inovadores na Prefeitura de Blumenau, em Santa Catarina, cidade que é caracterizada pela excelência em projetos de inovação e desenvolvimento de ações empreendedoras. A pesquisa ressalta que os resultados inovadores têm sua origem em comportamentos manifestos por estes indivíduos a partir do ambiente propício estimulado por um programa de empreendedorismo corporativo. O Programa de Inovação e Melhoria – PIM busca capacitar e desenvolver os servidores públicos para serem empreendedores em suas atividades.  Os resultados apontam as seguintes competências empreendedoras que mais se destacam: a) comprometimento; b) busca de informações; c) persistência; d) planejamento e monitoramento sistemático; e) persuasão; e f) rede de contatos.  Assim, pode-se afirmar que, ao se desenvolver estas competências, os servidores públicos estarão mais preparados para empreender e inovar.

Palavras-chave: empreendedor corporativo; competências empreeendedoras; administração pública.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13037/gr.vol28n82.1468

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


 

Indexadores de que a G&R faz parte:


   DOAJ OAIster OCLC Ulrich LiVre Redalyc  SUMARIOS.org LatindexProquest

 

A G&R utiliza o                software  iThenticate para detecção e  prevenção de plágio 
 

    
 
 
 
A G&R é signatária da Declaração        de São Francisco sobre Avaliação        de Pesquisa- Dora