Vínculos organizacionais: o caso de docentes de uma instituição privada de ensino superior localizada em Belo Horizonte, Minas Gerais

Ricardo Bastos Rodrigues, Luiz Carlos Honório

Resumo


Esta pesquisa analisa vínculos organizacionais mantidos por professores com uma Instituição de Ensino Superior privada localizada na cidade de Belo Horizonte, em Minas Gerais. Trata-se de um estudo descritivo quantitativo e qualitativo, realizado com 82 professores que lecionam nos cursos de Engenharia e Tecnologia da Informação (TI). Os vínculos mais relevantes para os professores foram os de sentimento de pertença e autonomia. A idade superior a 40 anos correlacionou-se com os vínculos autonomia e idealização da instituição. Já a escolaridade correlacionou-se com o vínculo cooperação nas atividades, enquanto o tempo de atuação no magistério associou-se com a integração entre os membros. A experiência acadêmica e a marca da instituição estão entre os elementos que justificariam essas associações. Os resultados qualitativos sugerem que o sentimento de pertença denota congruência dos docentes com a filosofia da instituição e que a autonomia resulta da liberdade que experimentam para expressar ideias e realizar o planejamento e execução do próprio trabalho.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13037/gr.vol33n98.3956

 

Indexadores de que a G&R faz parte:


   DOAJ OAIster OCLC Ulrich LiVre Redalyc  SUMARIOS.org LatindexProquest

 

A G&R utiliza o                software  iThenticate para detecção e  prevenção de plágio 
 

    
 
 
 
A G&R é signatária da Declaração        de São Francisco sobre Avaliação        de Pesquisa- Dora