ATUAÇÃO ESTRATÉGICA DA ÁREA DE GESTÃO DE PESSOAS EM ORGANIZAÇÕES DE SAÚDE: UM ESTUDO À LUZ DA PERCEPÇÃO DOS PROFISSIONAIS DA ÁREA

Aniele Fischer Brand, Suzana da Rosa Tolfo, Maurício Fernandes Pereira, Martinho Isnard Ribeiro de Almeida

Resumo


Atualmente, há uma discussão sobre a necessidade de
mudança do papel das pessoas nas organizações,
especialmente por parte dos profissionais de gestão de
pessoas. Na “moderna gestão de pessoas”, os indivíduos
não são mais vistos como mero “recurso” ou “patrimônio”
da organização, mas como “parceiro” ou “colaborador”
no alcance dos resultados organizacionais. O objetivo
do estudo é apresentar os resultados de uma pesquisa
sobre a percepção de profissionais de gestão de
pessoas de unidades de saúde de Florianópolis a respeito
da sua área de atuação. A pesquisa caracterizou-se como
exploratória e descritiva, sendo um estudo predominantemente
qualitativo. A população da pesquisa compreendeu
profissionais de organizações do setor de saúde de
Florianópolis, públicas e privadas, com prestação de serviços
nas áreas hospitalar, clínica, de diagnóstico e laboratorial,
além da gestão pública de saúde. Os resultados da pesquisa
permitem demonstrar que os profissionais de recursos
humanos das organizações pesquisadas percebem a sua
área como de relevância estratégica para todo o funcionamento
organizacional, à medida que trata das questões
dos clientes internos e consumidores. Porém, também
revelaram que esse papel estratégico ainda é pouco
reconhecido pelos gestores das organizações, sejam elas
públicas, sejam privadas.
Palavras-chave: gestão de pessoas, estratégia
organizacional, organizações de saúde.

Texto completo: PDF




Indexadores de que a G&R faz parte:
EconLit EBSCO DOAJ OAIster OCLC Ulrich LiVre Redalyc IBICT SUMARIOS.org Latindex