Neonato hospitalizado em uma unidade de terapia intensiva neonatal: experiência vivenciada pelos familiares

Vanessa Karolline Silva Araújo, Dayanne Kallyne Morais de Araújo, Fabiana Carla Mendes de Oliveira

Resumo


Introdução: O processo de hospitalização e a doença tornam-se uma experiência habitual na infância envolvendo a tríade criança, profissional e família. A maioria das famílias não é bem orientada para enfrentar esse ambiente especialmente nos primeiros dias de vida. A hospitalização ocorrida no período neonatal separa a mãe e o filho logo no pós-parto surgindo ansiedade e outros sofrimentos, necessitando serem trabalhados pela equipe cuidadora no decorrer do período de internação. É relevante estudar esse processo para serem implantadas ações humanistas, possibilitando vivenciarem esse momento mais tranquilamente. Objetivo: constatar na literatura científica as vivências dos familiares durante a internação do recém-nascido na unidade de terapia intensiva neonatal, analisando quais os sentimentos experimentados neste momento. Metodologia: esta pesquisa consiste em uma revisão de literatura do tipo bibliográfica, composta por artigos científicos, tese e legislação pertinente ao tema, objetivando rever na literatura a abordagem sobre a temática. Resultados: a experiência da hospitalização no período neonatal para a família gera grandes sofrimentos, fragilizando emocionalmente a família havendo mudanças na dinâmica familiar e contribuindo para quebra do apego da família com neonato logo no pós-parto. Conclusão: diante da análise das produções científicas fica claro que a hospitalização de neonatos em unidades de terapia intensiva traz momentos angustiantes para a família e destaca que os profissionais que participam do cuidado com essa criança reflitam na importância da família está inserida neste tipo de unidade hospitalar com intuito de cuidar também da família a fim de que o hospital se configure efetivamente no contexto para humanização.


Palavras-chave


Neonato, Terapia Intensiva Neonatal, Criança Hospitalizada, Família.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13037/rbcs.vol11n36.1909

Indexadores: