Nível de atividade física de acordo com os bairros da cidade de São Caetano do Sul, SP

Autores

  • Josivaldo De Souza Lima Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul – São Caetano do Sul (SP), Brasil; Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo – São Paulo (SP), Brasil
  • Victor Keihan Matsudo Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul – São Caetano do Sul (SP), Brasil
  • Manoel Sampaio Ribeiro Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo – São Paulo (SP), Brasil

DOI:

https://doi.org/10.13037/ras.vol14n47.3258

Palavras-chave:

Nível de Atividade Física, Bairros, Adultos

Resumo

O objetivo deste estudo foi verificar a prevalência do nível de atividade física nos 15 bairros da cidade deSão Caetano do Sul na população acima de 18 anos de idade. A amostra foi composta por 669 indivíduos,sendo 51,9% do sexo feminino com média de idade de 48,1±17,9, escolaridade de 9,0±4,9 e renda de R$1.341,6±1.919. Os dados são provenientes do inquérito populacional realizado anualmente pelo IMES daUniversidade Municipal de São Caetano do Sul e no Instituto de Pesquisa (Inpes) do IMES. Para coleta dedados foi utilizado, nas entrevistas em domicílio, o International Physical Activity Questionnaire (IPAQ),versão curta, e para determinar o nível de atividade física, utilizou-se o consenso entre o Centro de Estudosdo Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul (CELAFISCS) e o Centers for Disease Controland Prevention (CDC), que classifica a atividade física em quatro categorias: “muito ativo”, “ativo”,“irregularmente ativo” e “sedentário”. Na análise estatística utilizamos o teste de Kolmogorov-Smirnovpara verificar a normalidade dos dados, o teste ANOVA para verificar diferenças estatísticas e o teste deBonferroni para localizar as diferenças entre a classificação do nível de atividade física de acordo com osbairros. O nível de confiança adotado foi p<0,05. Com base nos dados analisados concluímos que nãoapresentaram diferenças estatisticamente significantes entre o nível de atividade física de acordo com osbairros estudados, entretanto, foi possível observar diferenças entre as classes socioeconômicas e entre aescolaridade e nível de atividade física.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Josivaldo De Souza Lima, Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul – São Caetano do Sul (SP), Brasil; Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo – São Paulo (SP), Brasil

Professor de Educação Física - Mestre em Saúde Coletiva. Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, Pós Graduado em Bases Fisiológicas e Metodológicas do Treinamento Desportivo - UNIFESP. Estágio de Formação Básica em Pesquisador de Ciências do Esporte no Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul - SP (CELAFISCS) em 2011

Victor Keihan Matsudo, Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul – São Caetano do Sul (SP), Brasil

Possui graduação em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (1973) e é livre-docente em Medicina pela Gama Filho. Atualmente é diretor científico do Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul, coordenador geral do Programa Agita São Paulo - Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo

Manoel Sampaio Ribeiro, Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo – São Paulo (SP), Brasil

Possui graduação em Medicina pela Universidade Federal de São Paulo (1991), mestrado em Medicina (Medicina Preventiva) pela Universidade de São Paulo (2000) e doutorado em Medicina (Medicina Preventiva) pela Universidade de São Paulo (2005). Atualmente é professor adjunto da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo

Downloads

Publicado

2016-02-16

Edição

Seção

ARTIGOS ORIGINAIS

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)