CONHECIMENTO DE PACIENTES OBESOS SOBRE OS RISCOS DE SAÚDE RELACIONADOS À OBESIDADE KNOWLEDGE OF OBESE PATIENTS ON THE RISKS OF OBESITY-RELATED HEALTH

Autores

  • Marcela Maria Pandolfi
  • Aline Romão de Andrade Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro - Unisa
  • Luciana Sayumi Fugimoto Higashi Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro - Unisa
  • Luiz Felipe da Silva Gebin Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro - Unisa
  • Maurício Andreozzi Félix Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro - Unisa
  • Patrícia Colombo Universidade Federal de São Paulo - Unifesp; Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro - Unisa

DOI:

https://doi.org/10.13037/rbcs.vol7n22.516

Palavras-chave:

obesidade, adultos, educação alimentar e nutricional, morbidade.

Resumo

A obesidade pode ser conceituada como uma condição de acúmulo anormal ou excessivo de gordura no organismo, levando a um comprometimento da saúde. Estudo transversal, realizado com aplicação de questionário e coleta de dados de prontuários. Houve participação de 58 pacientes obesos adultos. Compararam-se dois grupos: os que receberam aulas educativas e os que não receberam. Avaliar o nível de conhecimento de pacientes obesos em relação aos riscos de saúde decorrentes da obesidade. Há homogeneidade entre os grupos quanto a sexo, idade, IMC, renda familiar, escolaridade e outras variáveis, o que é ideal para termos de comparação, não havendo diferença estatística. A maioria dos pacientes estudados (74,1%) chega ao serviço de forma espontânea, sendo que 86,2% do total de obesos entrevistados procuram os grupos por motivo de saúde e 13,8%, unicamente por estética. Comparando- se os grupos, apesar de serem esperadas diferenças estatísticas entre eles, foi observado que ambos demonstraram ter o mesmo conhecimento prévio sobre as consequências da obesidade e, dentre elas, as mais lembradas foram diabetes, hipertensão e doenças cardiovasculares, sendo que a minoria relacionou ou citou doenças ortopédicas, como artrite. Pode-se constatar que o grupo de obesidade não proporcionou aumento de conhecimento sobre os riscos da obesidade. Apesar das limitações do trabalho quanto ao número de pacientes estudados e à não comparação com outros serviços, vê-se a importância de se conhecer a população atendida para, assim, promoverem- se ações que visem à melhora da saúde e mais conhecimento destes pacientes quanto aos riscos de obesidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Edição

Seção

ARTIGOS ORIGINAIS

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)