As comunidades latinas de São Paulo e sua comunicação webdiaspórica

Autores

Palavras-chave:

Webdiáspora. Comunicação Comunitária. Processos migratórios. Imigrantes latino-americanos. São Paulo.

Resumo

O presente artigo tem como objetivo unir os conceitos de comunidade e processos migratórios, refletindo sobre as “comunidades de imigrantes” contemporâneas atualizadas no espaço e tempo e mediadas pelas Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs). Para isso, utilizamos como recurso teórico-metodológico as definições de Paiva (2007) e Peruzzo (2006) sobre comunicação comunitária e as aplicamos ao que chamamos de webdiáspora. Utilizando como técnica de pesquisa a Análise Temática (BRAUN; CLARKE, 2006), foram selecionadas dez páginas e grupos de Facebook de imigrantes latino-americanos estabelecidos na cidade de São Paulo (SP), contexto de maior presença migratória internacional no Brasil. Entre os principais resultados, destacamos que temáticas diversas, presentes no dia a dia das populações imigrantes podem ser ressignificadas e ressimbolizadas quando veiculadas na webdiáspora, contemplando questões mais amplas de ordem transnacional e intercultural, apontando para outros sentidos vinculativos da realidade migratória.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Camila Escudero, Universidade Metodista de São Paulo

Doutora em Comunicação e Cultura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Docente pesquisadora do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Metodista de São Paulo.

Mohammed ElHajji, UFRJ

Doutor em Comunicação e Cultura pela UFRJ. Pós-doutorado pela UNISINOS (Mídia e Migrações). Professor Associado da Escola de Comunicação da UFRJ (ECO-UFRJ). Professor nos Programas de Pós-Graduação em Comunicação (POS-ECO) e Psicossociologia de Comunidades e Ecologia Social (EICOS).

Downloads

Publicado

20-01-2021