VOZES DOCENTES NA PERSPECTIVA DE UMA FORMAÇÃO INTERDISCIPLINAR

Suvania Acosta de Oliveira Pureza, Odair Nunes Soares, Elaine Corrêa Pereira, Celiane Costa Machado

Resumo


Este artigo apresenta parte dos resultados de uma pesquisa desenvolvida em um espaço de formação docente, com professores da Educação Básica de uma escola pública da cidade de Rio Grande, no estado do Rio Grande do Sul. A pesquisa, que é de cunho qualitativo, tem como objetivos ouvir o que dizem os docentes sobre suas experiências, saberes e práticas e discutir acerca de limites e possibilidades em desenvolver um trabalho conjunto e interdisciplinar na escola. Para análise dos resultados utilizamos a técnica do Discurso do Sujeito Coletivo, elaborada por (Lefrève e Lefrève, 2005). A partir da análise do discurso, A prática interdisciplinar: limites e possibilidades, percebemos que os docentes estão em um processo de formação contínuo e promissor. Nesse sentido, há possibilidade em promover ações interdisciplinares que contribuam para a aprendizagem dos estudantes e corroborem para uma formação contínua dos professores.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13037/rea-e.vol3n5.5013

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexadores de que a REAe faz parte: 

BBE: http://pergamum.inep.gov.br/pergamum/biblioteca/

CZ3 : http://ezb.uni-regensburg.de/

DIADORIN: diadorim.ibict.br/

Google Scholar: https://scholar.google.com.br/scholar

IRESIE: iresie.unam.mx/

LATINDEX:http://www.latindex.org/latindex/inicio

LiVre - http://livre.cnen.gov.br/Inicial.asp

SUMARIOS: https://sumarios.org

 

 

      

 

 

A REAe utiliza o software iThenticate para detecção e prevenção de plágio.