O Comportamento de Descarte Seletivo do Lixo Domiciliar: Um estudo Exploratório para Selecionar Fatores de Influência da Adoção desse Comportamento.

Autores

  • Maria do Carmo Romeiro
  • Leandro Campi Prearo
  • Marcelle dos Santos Cordeiro

DOI:

https://doi.org/10.13037/gr.vol27n79.1139

Resumo

Este estudo trata da estimação do comportamento de reciclagem, utilizando-se a dimensão “separação do lixo domiciliar”. A opção por tal dimensão comportamental deveu-se à importância desse fator enquanto gerador de impactos ao meio ambiente, bem como à possibilidade de ela ser um primeiro elo para o comportamento de reciclar e à importância do segmento consumidor final enquanto agente propulsor da dinâmica de consumo sustentável. Sua operacionalização foi orientada pelas abordagens selecionadas entre as décadas de 1990 e 2000, as quais também operacionalizaram possíveis fatores influenciadores sobre esse comportamento. O estudo de natureza exploratória contou com pesquisa quantitativa, utilizando amostra de 234 estudantes de nível superior, cujos dados foram tratados por análise de regressão múltipla. O comportamento favorável à reciclagem mostrou-se influenciado pelas seguintes atitudes: inconveniência de ser ambientalmente amigável, importância de ser ambientalmente amigável, comprometimento ambiental percebido de si próprio e pela variável gênero, tendo as mulheres um comportamento mais aderente ao processo.


Palavras-chave: comportamento de reciclagem, descarte seletivo de lixo domiciliar, consumo sustentável.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

13-06-2011