A FORMAÇÃO DE EXPECTATIVAS SUBJETIVAS E SEUS IMPACTOS NA PERCEPÇÃO DE VALOR DAS EMPRESAS

Autores

  • Anderson Dorow Universidade Federal de Santa Catarina
  • Donizete Reina Universidade Federal de Santa Catarina
  • Diane Rossi Maximiano Reina Universidade Federal de Santa Catarina
  • Jurandir Sell Macedo Junior Universidade Federal de Santa Catarina
  • Patricia Nunes Unisul

DOI:

https://doi.org/10.13037/gr.vol25n74.132

Resumo

Por meio das finanças corporativas, é possível determinar o valor de uma companhia sob a ótica do fluxo de caixa projetado. E toda espécie de projeção reflete as expectativas de determinado indivíduo, expectativas estas que são geradas de acordo com suas percepções. As finanças comportamentais vêm desenvolvendo estudos para entender a maneira como as pessoas formam suas expectativas subjetivas e como tomam decisões sob condições de incerteza. Estes estudos abrem a possibilidade de discussões a respeito da percepção de valor e de que maneira esta percepção pode ser influenciada. O presente trabalho propõe-se a avaliar o valor de uma companhia distribuidora de gás natural sob a ótica das finanças comportamentais. O valor foi calculado por meio de modelos matemáticos de projeção de fluxo de caixa, porém considerando as expectativas de crescimento geradas por meio de entrevistas com profissionais da área de gás natural para diferentes cenários de negócios. A intenção deste trabalho não é chegar a um valor absoluto para a companhia, mas apenas demonstrar os efeitos de mudanças no cenário de negócios e das perspectivas de cada indivíduo. Como resultado, ficou explícito que, no momento de calcular o valor de uma empresa, é necessário utilizar os dois tipos de finanças – a corporativa e a comportamental –, pois, neste estudo, ficou claro que as especulações com as mudanças de cenários podem afetar significativamente o valor de uma empresa. Certamente os acontecimentos negativos ocorridos em função das decisões bolivianas em relação ao gás natural afetaram as expectativas e o valor percebido das companhias deste setor.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2009-10-16

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)