Análise dos Fatores que Contribuem para a Formação de Administradores nas Regiões do ABC e São Paulo

Autores

  • Paulo Sergio Gonçalves de Oliveira Universidade Municipal de São Caetano do Sul
  • Meire dos Santos Lopes Universidade Nove de Julho
  • Djair Picchiai Fundação Getúlio Vargas
  • André Luis Helleno Universidade Metodista de Piracicaba

DOI:

https://doi.org/10.13037/gr.vol26n77.193

Resumo

O estudo teve como objetivo analisar os fatores que contribuem para a formação administradores nas regiões de São Paulo e ABC. Utilizando uma escala composta de 46 assertivas que foi distribuída para cerca de 1200 alunos de administração das regiões de São Paulo e ABC no período de Fevereiro a Abril de 2008, foram recebidos 822 sendo eliminados 11 casos por erro de preenchimento, totalizando 811 casos considerados satisfatórios para análise, cerca de 67% de taxa de retorno. Para a obtenção dos fatores que contribuem para a formação de novos administradores foi utilizada análise fatorial exploratória com método de extração Alpha Factoring e rotação por método equamax chegando a uma solução de 10 fatores, após análise do Alpha de Cronbach 5 fatores foram eliminados por apresentarem valores menores que 0,60 considerado satisfatório para a validade interna do constructos. Desta forma a solução ficou com cinco constructos assim nomeados “Ensino de Administração Baseado em Estudos de Caso”, “Ensino de Administração Baseado em Discussões em Sala de Aula”,“Ensino de Empreendedorismo baseado em Simulações”, “Ensino de Empreendedorismo Baseado em Literatura Cinzenta” e “Auto-Aprendizado baseado em Literatura Cinzenta oriunda da Internet”.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo Sergio Gonçalves de Oliveira, Universidade Municipal de São Caetano do Sul

O estudo teve como objetivo analisar os fatores que contribuem para a formação administradores nas regiões de São Paulo e ABC. Utilizando uma escala composta de 46 assertivas que foi distribuída para cerca de 1200 alunos de administração das regiões de São Paulo e ABC no período de Fevereiro a Abril de 2008, foram recebidos 822 sendo eliminados 11 casos por erro de preenchimento, totalizando 811 casos considerados satisfatórios para análise, cerca de 67% de taxa de retorno. Para a obtenção dos fatores que contribuem para a formação de novos administradores foi utilizada análise fatorial exploratória com método de extração Alpha Factoring e rotação por método equamax chegando a uma solução de 10 fatores, após análise do Alpha de Cronbach 5 fatores foram eliminados por apresentarem valores menores que 0,60 considerado satisfatório para a validade interna do constructos. Desta forma a solução ficou com cinco constructos assim nomeados “Ensino de Administração Baseado em Estudos de Caso”, “Ensino de Administração Baseado em Discussões em Sala de Aula”,“Ensino de Empreendedorismo baseado em Simulações”, “Ensino de Empreendedorismo Baseado em Literatura Cinzenta” e “Auto-Aprendizado baseado em Literatura Cinzenta oriunda da Internet”.

Meire dos Santos Lopes, Universidade Nove de Julho

Departamento de gestão

Djair Picchiai, Fundação Getúlio Vargas

Professor Doutor do Departamento de administração Geral

André Luis Helleno, Universidade Metodista de Piracicaba

Professor Doutor do departamento de engenharia, arquitetura e urbanismo.

Downloads

Publicado

27-08-2010

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)