CARACTERIZAÇÃO E AVALIAÇÃO DA EFICIÊNCIA DOS TERMINAIS INTERMODAIS BRASILEIROS

Alexandre Borges Santos, Renato Luiz Sproesser

Resumo


O presente estudo teve como objetivo caracterizar e avaliar a eficiência dos terminais intermodais brasileiros. Os objetivos propostos nesta pesquisa foram alcançados por meio de um estudo quali-quantitativo. Com a utilização de três insumos e um único produto, a mensuração da eficiência dos terminais foi realizada por meio do modelo Variable Return to Scale orientado a produto da técnica Análise Envoltória de Dados. Dos 24 terminais analisados, 8 foram considerados 100% eficientes, dezesseis ineficientes, sendo que quinze terminais apresentaram nível de eficiência abaixo de 51,7%, que foi a média do setor encontrada. Cabe ressaltar que o trabalho limitou-se à mensuração da eficiência operacional, não levando em consideração aspectos financeiros. Os resultados da pesquisa apontam potencial de aumento de transbordo nos terminais intermodais brasileiros, mantendo insumos inalterados. Os resultados da pesquisa podem, portanto, servir como apoio à decisão para gestores, visando ao aumento da eficiência dos terminais e do transporte intermodal no país.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13037/gr.vol29n87.2135



 

Indexadores de que a G&R faz parte:


   DOAJ OAIster OCLC Ulrich LiVre Redalyc  SUMARIOS.org LatindexProquest

 

A G&R utiliza o                software  iThenticate para detecção e  prevenção de plágio 
 

    
 
 
 
A G&R é signatária da Declaração        de São Francisco sobre Avaliação        de Pesquisa- Dora