MORTALIDADE DOS EMPREENDIMENTOS DE MICRO E PEQUENAS EMPRESAS: CAUSAS E APRENDIZAGEM

Autores

  • Carlos Alberto Grespan Bonacim USP
  • Julio Araújo Carneiro da Cunha Universidade de São Paulo
  • Hamilton Luiz Corrêa Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.13037/gr.vol25n74.220

Resumo

As micro e pequenas empresas (MPEs) são essenciais para o crescimento e desenvolvimento econômico de qualquer nação. No entanto, grande parte das novas empresas encerra suas atividades nos primeiros anos de funcionamento. O objetivo deste trabalho é apontar os principais fatores propulsores da mortalidade de MPEs do Município de Ituverava, em São Paulo. Os procedimentos metodológicos contaram com entrevistas individuais com nove empresários de negócios não bem-sucedidos, seguidos de duas sessões de grupos focais. A pesquisa identificou fatores que podem levar as MPEs ao fechamento prematuro e concluiu que a causa da mortalidade ocorre devido a um conjunto de fatores associados que, acumulados, contribuem para o fenômeno. Os principais deles são os seguintes: falta de planejamento prévio; escassez de linhas de crédito; baixa demanda por seus produtos e serviços; elevada carga tributária. Para solucionar os problemas, sugere-se o estímulo à criação de capital social regional e de incubadoras capazes de dar suporte aos empreendimentos. Palavras-chave: empreendedorismo, PMEs, empreendedor.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads