Florescimento: saúde e bem-estar de jovens aprendizes da indústria cearense

Autores

  • Ana Maria Andreazza Araújo Leite MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas, mestranda em Administração e Controladoria na Universidade Federal do Ceará, Fortaleza (CE), Brasil
  • Clara Suzana Cardoso Braga MBA em Gestão Empresarial pela Universidade de Fortaleza, Fortaleza (CE), Brasil
  • Celso Canholi Júnior Mestrando em Administração pela Universidade Federal do Ceará, especialista em Administração Escolar pela Universidade Estadual Vale do Acaraú e em Gestão do Ser Humano pela Universidade do Grande Rio, Duque de Caxias (RJ), Brasil
  • Tereza Cristina Batista de Lima Doutora em Educação pela Universidade Federal do Ceará, Fortaleza (CE), Brasil
  • Silvia Maria Dias Pedro Rebouças Doutora em Estatística e Investigação Operacional pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e professora adjunta na Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade (FEAAC) da Universidade Federal do Ceará, Fortaleza (CE), Brasil

DOI:

https://doi.org/10.13037/gr.vol32n95.2884

Resumo

Com o objetivo de avaliar o nível de florescimento no trabalho dos jovens aprendizes da indústria cearense, foi aplicadosurvey a 309 jovens utilizando a Escala de Florescimento no Trabalho (EFLOT). A pesquisa caracteriza-se como descritiva eexploratória, com abordagem quantitativa. Os resultados indicam que não há diferença significativa no nível de florescimentoquanto aos aspectos sexo, formação escolar e renda familiar. Porém, há diferença em setores industriais diversos,destacando-se uma média significativamente menor no setor de alimentos e bebidas dentre os quatro analisados. Concluiu--se que os jovens aprendizes não apresentam um estágio de florescimento completo em relação ao seu primeiro emprego.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Maria Andreazza Araújo Leite, MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas, mestranda em Administração e Controladoria na Universidade Federal do Ceará, Fortaleza (CE), Brasil

Possui graduação em Administração de Empresas pela Universidade Federal do Ceará (1991) e MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas (2002). Mestranda em Administração e Controladoria na Universidade Federal do Ceará (turma 2013.1). Tem experiência na área de Administração, com ênfase em Gestão de Pessoas.

Clara Suzana Cardoso Braga, MBA em Gestão Empresarial pela Universidade de Fortaleza, Fortaleza (CE), Brasil

Possui graduação em Administração pela Universidade Estadual do Ceará (2001) , graduação em Tecnologia em Gestão Financeira pela Faculdade Oboe (2012) , especialização em Gerência Estratégica de Marketing pela Universidade Estadual do Ceará (2005) , especialização em MBA em Gestão Empresarial pela Universidade de Fortaleza (2010) , curso-tecnico-profissionalizante pelo Centro Federal de Educação Tecnológica do Ceará (1999) e curso-tecnico-profissionalizante pelo Centro Federal de Educação Tecnológica do Ceará (2001) . Atualmente é Coordenadora Administrativo Financeiro da SENAI - Departamento Regional do Ceará. Tem experiência na área de Administração.

Celso Canholi Júnior, Mestrando em Administração pela Universidade Federal do Ceará, especialista em Administração Escolar pela Universidade Estadual Vale do Acaraú e em Gestão do Ser Humano pela Universidade do Grande Rio, Duque de Caxias (RJ), Brasil

Mestrando em Administração pela Universidade Federal do Ceará; graduado em Administração de Empresas pela Universidade Estadual Vale do Acaraú; especialista em Administração Escolar pela Universidade Estadual Vale do Acaraú e em Gestão do Ser Humano pela Universidade do Grande Rio. Atualmente atuando como analista de gestão da Companhia de Água e Esgoto do Ceará e tutor a distância do Curso de Administração Pública da Universidade Estadual do Ceará. Possuo experiência na Administração Pública e de Empresas, nas áreas de gestão de pessoas, planejamento estratégico e organização, sistemas e métodos.

Tereza Cristina Batista de Lima, Doutora em Educação pela Universidade Federal do Ceará, Fortaleza (CE), Brasil

Possui graduação em Psicologia pela Universidade Federal do Ceará (1990), Mestrado em Psicologia (Psicologia Clínica) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1996) e Doutorado em educação pela Universidade Federal do Ceará. Lecionou na Universidade de Fortaleza - UNFOR e trabalhou no Banco do Nordeste do Brasil S/A nas áreas de Gestão de Pessoas, Desenvolvimento Organizacional e Educação Corporativa. Atualmente é professora adjunta da Universidade Federal do Ceará, lecionando disciplinas e orientando pesquisas, em nível de graduação e pós-graduação, nas áreas de Recursos Humanos e Comportamento Organizacional. Tem experiência na área de Gestão Estratégica de Pessoas, Comportamento Organizacional e Educação a Distância, com ênfase em recrutamento e seleção, capacitação, aprendizagem organizacional, formação de lideranças e desenvolvimento de equipes. Exerce, atualmente, a função de Coordenadora da COFAC - Coordenadoria de Formação e Aprendizagem Cooperativa da Pró-Reitoria de Graduação da UFC.

Silvia Maria Dias Pedro Rebouças, Doutora em Estatística e Investigação Operacional pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e professora adjunta na Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade (FEAAC) da Universidade Federal do Ceará, Fortaleza (CE), Brasil

Possui doutorado em Estatística e Investigação Operacional pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (2011), Mestrado em Gestão Empresarial pela Faculdade de Economia da Universidade do Algarve (2007) e Licenciatura em Matemática Aplicada e Computação, no ramo de especialização de Probabilidades e Estatística, pelo Instituto Superior Técnico da Universidade Técnica de Lisboa (2001). É professora adjunta na Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade (FEAAC) da Universidade Federal do Ceará (UFC) e integra o corpo docente do Programa de Pós-Graduação em Administração e Controladoria da UFC. É Coordenadora do Curso de Administração Noturno, Vice-Coordenadora do Curso de Administração Diurno e Coordenadora Pedagógica da FEAAC junto ao Programa de Iniciação à Docência da UFC. É membro do Laboratorio de Estudos em Competitividade e Sustentabilidade - LECoS/UFC. Desenvolve pesquisas em análise estatística de dados aplicada à Administração, à Atuária e à Controladoria, com destaque para a análise multivariada e a modelação espaço-temporal.

Downloads

Publicado

03-06-2016