Percepção das normas da vigilância sanitária pelos agricultores familiares de Joaçaba, Herval d’Oeste e Luzerna

Autores

  • Augusto Fischer Professor e pesquisador no Mestrado Profissional em Administração, Universidade do Oeste de Santa Catarina, Florianópolis (SC), Brasil
  • Daniela Marini Aluna de graduação e bolsista de iniciação científica do curso de Administração da Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc), Florianópolis (SC), Brasil
  • Cesar Augustus Winck Professor e pesquisador no Mestrado Profissional em Administração, Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc), Florianópolis (SC), Brasil

DOI:

https://doi.org/10.13037/gr.vol32n95.2898

Resumo

Este estudo objetivou identificar as percepções dos agricultores familiares quanto às normas sanitárias para produzir e comercializarseus produtos nos municípios de Joaçaba, Herval d’Oeste e Luzerna, no meio oeste de Santa Catarina. Foram utilizadasas perspectivas da pesquisa quantitativa e qualitativa, a abordagem exploratória e descritiva e os procedimentos dapesquisa de campo e documental. Os dados primários foram coletados por meio de entrevistas semiestruturadas com 135agricultores familiares e complementados com observações. As entrevistas foram realizadas nos sindicatos de trabalhadoresrurais locais e na feira de comercialização de produtos coloniais em Joaçaba. Apurou-se que os agricultores reconhecem anecessidade das normas sanitárias, mas as exigências são excessivas e caras, dificultando as adequações, particularmentepara agricultores com pequena escala de produção e baixa renda. Identifica-se a necessidade de ações públicas de apoiopara implementar as normas sanitárias no cotidiano de agricultores familiares.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Augusto Fischer, Professor e pesquisador no Mestrado Profissional em Administração, Universidade do Oeste de Santa Catarina, Florianópolis (SC), Brasil

Professor e pesquisador no Mestrado Profissional em Administração.

Daniela Marini, Aluna de graduação e bolsista de iniciação científica do curso de Administração da Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc), Florianópolis (SC), Brasil

Aluna de Graduação do curso de Administração. da Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc. Bolsista de Iniciação Científica

Cesar Augustus Winck, Professor e pesquisador no Mestrado Profissional em Administração, Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc), Florianópolis (SC), Brasil

Professor e pesquisador no Mestrado Profissional em Administração.

Downloads

Publicado

03-06-2016