Gestão de recursos humanos à luz da responsabilidade social empresarial: um estudo no setor sucroenergético em Goiás

Autores

  • José Elenilson Cruz Universidade de Brasília
  • Eliane Moreira Sá de Souza Universidade Federal de Goiás (UFG)

DOI:

https://doi.org/10.13037/gr.vol33n97.2909

Resumo

Sob o entendimento de que as responsabilidades das empresas estendem-se para toda a sociedade, surgem os estudos sobre desempenho social empresarial, com o objetivo de testar e operacionalizar a noção de responsabilidade social das empresas (RSE). Diante das transformações econômicas, financeiras e tecnológicas vivenciadas pelo setor sucroenergético brasileiro, este trabalho utiliza as medidas da dimensão de público dos Indicadores Ethos de RSE para avaliar o desempenho social das usinas do setor sucroenergético em Goiás, quanto à adoção de políticas e processos de RSE voltadas ao público interno. Aplicou-se questionário estruturado a todas as usinas em funcionamento, obtendo-se respostas de doze empresas. Os resultados indicam que a dimensão de público interno está parcialmente implantada em 75% das empresas e ainda em discussão nos 25% restantes. Conclui-se que as transformações vivenciadas pelo setor sucroalcooleiro não foram suficientemente capazes de provocar significativas mudanças na gestão dos recursos humanos, em termos de postura socialmente responsável.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Elenilson Cruz, Universidade de Brasília

Graduado em Administração (PUC-GO - 1999), MBA em Gestão Empresarial (FVG/Rio -2002), Mestre em Agronegócio (UFG-2011) e Doutorando em Administração (UnB), área de concentração estratégia e inovação. Interesse de estudo: Logística reversa, responsabilidade social empresarial e sustentabilidade.

Eliane Moreira Sá de Souza, Universidade Federal de Goiás (UFG)

Possui Doutorado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (2000) na área de Educação a Distância, Mestrado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina, na área de Inteligência Artificial Aplicada e Graduação em Administração pela Universidade do Estado de Santa Catarina - ESAG. Professora Adjunta da Universidade Federal de Goiás, atuando em ensino nas modalidades presencial e a distância, pesquisa e extensão, voltados à Administração, exerce as funções de coordenadora do Mestrado Profissional em Administração Pública em rede ANDIFES/CAPES/UFG; professora e pesquisadora do Programa de Mestrado em Agronegócio, com linha de pesquisa em competitividade e estratégia; coordenadora do Curso de Graduação em Administração na modalidade a distância; Coordenadora Geral do Projeto Piloto UAB na UFG e Presidente da Comissão de Avaliação Docente da Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Ciências Econômicas. É pesquisadora dos temas Educação a Distância, Gestão Estratégica e Agronegócio; avaliadora das condições de ensino do INEP/MEC na área de Administração e avaliadora de cursos na modalidade EAD pela CAPES/MEC; Coordenadora de Avaliação e Membro da Comissão Acadêmica Nacional do PROFIAP - Mestrado Profissional em Administração Pública em Rede Nacional; Foi Coordenadora da Comissão de Graduação (2008 -2010) e membro da Comissão de Acompanhamento e Avaliação (2009-2010) do Programa Nacional de Formação em Administração Pública PNAP/UAB/CAPES. Atuou como coordenadora de vários cursos de graduação na área de Administração e Computação. Possui experiência em Gestão Acadêmica e Avaliação do Ensino Superior; EAD; Gestão Empresarial; Sistemas de Informação; Inteligência Artificial; Consultoria empresarial e educacional. Atuou na iniciativa privada em cargos de direção, gerência e cargo técnico como analista de sistemas.

Downloads

Publicado

09-03-2017