PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS BRASILEIRAS: PROPOSIÇÃO DE UM MODELO COMPORTAMENTAL EVOLUTIVO PARA A INTERNACIONALIZAÇÃO DE FIRMAS DE HPPC

Ednaldo Soares, Rodrigo Ladeira

Resumo


Estudos sobre a internacionalização da empresa surgiram a partir dos anos 1960. Este é um exemplo, focado em um grupo de pequenas e médias empresas brasileiras fabricantes de produtos de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos (HPPC). Trata-se de um estudo (exploratório-descritivo ex-post facto) de casos múltiplos, conduzido sob abordagem qualitativa, em que representantes-chave das firmas foram entrevistados e cuja análise dos dados valeu-se, sobretudo, do conteúdo das narrativas, a fim de verificar similaridades e dessemelhanças entre os processos de inserção global e entre esses e o Modelo de Uppsala. Ao final, verificou-se evidência de gradualismo, mas constatou-se que as empresas não se valeram de um modelo de internacionalização. Sendo assim, o estudo propõe o uso de um modelo comportamental evolutivo para a internacionalização de pequenas e médias empresas brasileiras fabricantes de produtos de HPPC, sendo esse a resultante da aliagem entre estratégias utilizadas pelas empresas e características do mencionado modelo.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13037/gr.vol31n91.2926



 

Indexadores de que a G&R faz parte:


   DOAJ OAIster OCLC Ulrich LiVre Redalyc  SUMARIOS.org LatindexProquest

 

A G&R utiliza o                software  iThenticate para detecção e  prevenção de plágio 
 

    
 
 
 
A G&R é signatária da Declaração        de São Francisco sobre Avaliação        de Pesquisa- Dora