Praia, sol e mar: um mergulho na compreensão da orla marítima de João Pessoa (PB) como organização

Autores

  • Erica Dayane Chaves Cavalcante UFPB
  • Marcelo de Souza Bispo UFPB
  • Lídia Cunha Soares UFPB

DOI:

https://doi.org/10.13037/gr.vol31n92.3095

Resumo

Neste artigo a Orla Marítima de João Pessoa/PB foi analisada como uma organização resultado das suas práticas cotidianas e do seu Comitê Gestor (Projeto Orla - Governo Federal), tendo por organização um processo coletivo e dinâmico em torno de uma prática, que consente o seu reconhecimento e a manutenção social, considerando ainda as relações sociomateriais. Prática, de forma simplificada, como um conjunto de ações socialmente sustentadas. Houve a participação em reuniões do comitê gestor Orla; e na sequência, aconteceram visitas à Orla, isso no propósito de compreender a percepção de atores que utilizam este espaço e que possuem representação no referido comitê. Dentre os resultados, apontou-se como os cinco conceitos-chave da etnometodologia se comportam na Orla, exemplificando cada um. Constatou-se que o uso da Orla vai além do que é discutido no seu comitê gestor e enquanto organização social ela só é possível porque existe a interação sociomaterial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Erica Dayane Chaves Cavalcante, UFPB

Tormada no curso de Bacharelado em Hotelaria, pela Universidade Federal da Paraíba - UFPB, mestra em Administração pelo Programa de Pós-graduação em Administração (PPGA) da UFPB e Integrante do Núcleo de Estudos em Aprendizagem e Conhecimento - NAC. Atualmente estuda Turismo como prática; Estudos Baseados em Prática, e; Aprendizagem e Competências a partir da abordagem sociológica. Na perspectiva da aprendizagem em ação, tem desenvolvido casos para o ensino voltados ao Turismo, Hotelaria e Administração.

Marcelo de Souza Bispo, UFPB

Formado em Turismo pela Universidade Metodista de São Paulo e Administração pela Universidade Anhembi Morumbi, mestrado em Administração pela Universidade Metodista de São Paulo e doutorado em Administração de Empresas pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Atualmente é professor da Universidade Federal da Paraíba no departamento de Administração e do Programa de Pós-graduação em Administração (PPGA/UFPB). Faz parte do banco de avaliadores do INEP/MEC. Tem experiência na área de Administração e Turismo, atuando principalmente nos seguintes temas: Estudos Baseados em Prática, Etnometodologia, Métodos Qualitativos, Aprendizagem Organizacional e Competências e Estudos Turísticos.

Lídia Cunha Soares, UFPB

Formada em Administração pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB). Especialista em Docência do Ensino Superior (FECR). Atualmente é Mestranda do PPGA/UFPB e pesquisadora discente do Núcleo de Estudos em Aprendizagem e Conhecimento - NAC (CNPq). Tem experiência na área de Administração, atuando principalmente nos seguintes temas: gestão de pessoas e gestão da qualidade. Interesse de pesquisas nas áreas de Aprendizagem Organizacional e Competências, Conhecimento organizacional, Estudos Baseados em Prática, Estética Organizacional e Métodos Qualitativos.

Downloads

Publicado

21-05-2015