ADEQUAÇÃO DE EMPRESAS DO MERCADO DE CAPITAIS AO CPC 28 (PROPRIEDADES PARA INVESTIMENTO)

Autores

  • Elizeu Maria Junior Universidade Federal do Espírito Santo
  • Daniela Zanotelli Albino Universidade Federal do Espírito Santo
  • Roberta da Penha Rodrigues Universidade Federal do Espírito Santo
  • Valdir da Silva Corrêa Universidade Federal do Espírito Santo
  • Gustavo Debortoli Universidade Federal do Espírito Santo

DOI:

https://doi.org/10.13037/gr.vol34n100.3690

Resumo

A convergência das normas contábeis brasileiras aos padrões internacionais de contabilidade gerou uma série de estudos direcionados à análise, interpretação, verificação e identificação de itens como: atendimento às normas, seu custo/benefício, dentre outras possibilidades. Buscou-se neste trabalho averiguar se as informações divulgadas pelas empresas brasileiras de capital aberto sob a rubrica “ativo não circulante – propriedades para investimento” atendem plenamente às exigências preconizadas no CPC 28, pretendendo com isso verificar a conformidade das informações levadas ao mercado com as normas contábeis utilizadas. A metodologia adotada foi embasada no levantamento bibliográfico, por propor uma análise descritiva com abordagem qualitativa das diversas posições sobre o objetivo proposto. Destacou-se na análise dos dados que as empresas que mensuram seus ativos pelo valor justo apresentaram maior volume de divulgação das informações com relação as que optaram pelo custo. Observou-se também que houve uma evolução geral no período analisado acerca das divulgações, no entanto, devido à falta de um padrão efetivo de divulgação dos itens exigidos pela norma podem estar ocorrendo problemas de comparabilidade além de dificuldades de interpretação, acarretando lacunas que podem gerar a omissão de informações importantes.

Palavras-chave: Propriedade para investimento; mensuração; informações contábeis divulgadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elizeu Maria Junior, Universidade Federal do Espírito Santo

Mestre em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória (ES), Brasil

Daniela Zanotelli Albino, Universidade Federal do Espírito Santo

Graduada em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória (ES), Brasil

Roberta da Penha Rodrigues, Universidade Federal do Espírito Santo

Graduada em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória (ES), Brasil

Valdir da Silva Corrêa, Universidade Federal do Espírito Santo

Graduado em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória (ES), Brasil

Gustavo Debortoli, Universidade Federal do Espírito Santo

Mestre em Administração pela Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória (ES), Brasil

Downloads

Publicado

01-03-2018