Gestão dos recursos do Sistema Único de Saúde na Bahia: uma análise considerando a influência dos ciclos eleitorais no índice de eficiência municipal

Thaís Lima Fraga, Paulo Ramos, Ricardo André da Costa, Adriano Provezano Gomes

Resumo


Este trabalho verifica se existem variações de eficiência na gestão dos recursos do Sistema Único de Saúde (SUS), em função do período eleitoral, observando o estado da Bahia, durante os anos 2008, 2009, 2012 e 2013, que agrupa anos eleitorais e pós-eleitorais. O estudo representa a primeira tentativa nacional de relacionar eficiência com os interesses dos policymakers no período eleitoral. O método escolhido foi a Data Envelopment Analysis com retornos variáveis e orientação produto. Dentre outros resultados, observou-se que não existe ganho de eficiência no período eleitoral, que ocorre, em vez disso, no período pós-eleitoral, contrariando a hipótese de que no ano eleitoral os gestores municipais buscam dar uso eficiente aos recursos do SUS.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13037/gr.vol33n97.4023

 

Indexadores de que a G&R faz parte:


   DOAJ OAIster OCLC Ulrich LiVre Redalyc  SUMARIOS.org LatindexProquest

 

A G&R utiliza o                software  iThenticate para detecção e  prevenção de plágio 
 

    
 
 
 
A G&R é signatária da Declaração        de São Francisco sobre Avaliação        de Pesquisa- Dora