TURISMO NAS CIDADES HISTÓRICAS DE MINAS GERAIS: UMA ANÁLISE PARA A VARIÁVEL EMPREGO E RENDA POR MEIO DO MÉTODO DIFERENCIAL-ESTRUTURAL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.13037/gr.vol36n107.5721

Resumo

Discutir caminhos que possibilitem e/ou potencializem o desenvolvimento local tem sido um desafio para as economias em desenvolvimento. O presente trabalho, fazendo uso do método diferencial-estrutural (shift-share) para as variáveis: emprego e renda, teve por objetivo analisar a estrutura produtiva das cidades de turismo histórico de Minas Gerais. Para tal foram utilizados dados da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) nos anos de 2006 a 2016. Os resultados mostraram que a taxa de crescimento do emprego nas cidades de turismo histórico está acima da média estadual e que o efeito diferencial positivo captou a vantagem locacional das cidades em relação ao turismo. No entanto, os municípios não estão se especializando em setores que favoreçam o estado de Minas Gerais, o que coloca o turismo como uma atividade ainda marginal dentro da estrutura produtiva do Estado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francisca Diana Ferreira Viana, Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), Ouro Preto, Minas Gerais.

Possui graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Ceará (2003), mestrado em Economia pelo Instituto de Economia da Universidade Federal de Uberlândia (2006) e Doutorado em Economia (2010) pelo Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional (CEDEPLAR) da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Atualmente é Professora do curso de Engenharia de Produção da Universidade Federal de Ouro Preto, do Programa de Mestrado em Economia Aplicada da Universidade Federal de Ouro Preto e do Programa de Pós-graduação em Engenharia de Produção, também da Universidade Federal de Ouro Preto. É membro do Núcleo de Pesquisa e Extensão em Desenvolvimento Econômico e Social (NUPEDES) e coordenadora do Núcleo de Estudos em Agroecologia da região dos Inconfidentes (NEA Inconfidentes). Tem como áreas de interesse: Economia Internacional, com ênfase em relações comerciais, Economia Regional, com ênfase em Desenvolvimento Local, Economia do Turismo, Agricultura Familiar e Economia Solidária.

Francisco Laercio Pereira Braga, Universidade Estadual do Ceará. Fortaleza, Ceará.

Possui graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Ceará (2004) , Mestrado em Economia Rural pela Universidade Federal do Ceará (2007) e Especialização em Economia e Gestão em Saúde pela UFC (2007) Tem experiência na área de Economia, com ênfase em Economia, atuando principalmente nos seguintes temas: Desenvolvimento Regional, Arranjos Produtivos locais e Comércio Externo, Economia Criativa e Finanças. Atualmente Professor Substituto da Universidade Estadual do Ceará, ministrando disciplina de Administração Financeira e Economia.

Anna Luiza Motta Nascimento, Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), Ouro Preto, Minas Gerais (2019).

Graduada em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Ouro Preto.

Maria Cristina de Meira Nazareno, Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), Ouro Preto, Minas Gerais.

Graduanda em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Ouro Preto

Downloads

Publicado

06-01-2020