TRANSPORTE URBANO DE BAIXO CARBONO NA CIDADE DE SÃO PAULO: ANÁLISE DAS POLÍTICAS PÚBLICAS LOCAIS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.13037/gr.vol36n109.5897

Resumo

Na cidade de São Paulo, assim como em outras grandes metrópoles, o setor de transporte é o maior responsável pelas emissões de GEE. Desse modo, essa pesquisa pretende analisar em que medida as políticas públicas que incidem no setor de transportes adotam medidas para redução as emissões de GEE Para tal, foi adotado como roteiro da análise o A-S-I Framework, proposto pela organização GIZ (2014) para o planejamento de políticas públicas para o transporte urbano de baixo carbono. Os resultados dessa pesquisa revelaram que a cidade de São Paulo possui importantes instrumentos políticos de planejamento do uso do solo, do transporte público e dos modos não motorizados para descarbonizarão do setor de transportes, mas precisa avançar em medidas econômicas e regulatórias que já vem sendo adotadas em grandes cidades mundiais com resultados significativos, como a tarifa zero no transporte público e o pedágio urbano.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leonardo Machado Maglio, Uninove

Mestrado em Gestão Ambiental e Sustentabilidade

Amarilis Lucia Casteli Figueiredo Gallardo, USP e Uninove

Universidade Nove de Julho - Programa de Pós-graduação em Cidades Inteligentes e Sustentáveis/ Universidade de São Paulo - Departamento de Engenharia Hidráulica e Ambiental da Escola Politécnica

Downloads

Publicado

29-09-2020