CADEIA PRODUTIVA DA AVICULTURA DE CORTE: AVALIAÇÃO DA APROPRIAÇÃO DE VALOR BRUTO NAS TRANSAÇÕES ECONÔMICAS DOS AGENTES ENVOLVIDOS

Autores

  • Ivonete Fernandes de Souza Centro Federal de Educação Tecnológica de Mato Grosso (CEFET/MT)
  • Miriam Pinheiro Bueno Bueno
  • Veridiana Pinheiro Bueno
  • Renato Luis Sproesser Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
  • Ivonete Fernandes de Souza Centro Federal de Educação Tecnológica de Mato Grosso (CEFET/MT)

DOI:

https://doi.org/10.13037/gr.vol24n72.95

Resumo

Para a cadeia produtiva da avicultura de corte, a garantia da sustentabilidade passa pela distribuição dos ganhos por ela obtidos ao longo de toda a sua extensão, ou seja, todos os agentes econômicos envolvidos devem ser devidamente remunerados, para permanecer na atividade e continuar a fazer os investimentos necessários. Neste sentido, o trabalho propõe-se a avaliar a apropriação de valor bruto por parte dos principais agentes econômicos envolvidos na cadeia. A pesquisa se caracteriza como descritivo-exploratória, com uma abordagem quantitativa, e o levantamento de dados foi realizado com base em pesquisa bibliográfica sobre os preços médios praticados ao longo da cadeia produtiva no período de 2002 a 2006, praticados no Estado de São Paulo. Os resultados indicam que as variações na evolução da apropriação dos valores brutos da cadeia demonstram uma relação de parceria e, conseqüentemente, menos oportunismo entre a indústria de abate e frigorificação e os produtores granjeiros, o que parece não estar evidenciado nas relações entre o varejo e a indústria de abate e frigorificação. Conclui-se que a indústria de abate e frigorificação se apresenta impotente diante das negociações com o varejo; no entanto, as funções exercidas pelos elos são aceitas pela própria estrutura e dinâmica do mercado. Palavras-chave: preço, estrutura de mercado, cadeia avícola.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads