OS EFEITOS DA GINÁSTICA LABORAL SOBRE AS HABILIDADES BÁSICAS DE FUNCIONÁRIOS DE SETORES ADMINISTRATIVOS THE EFFECTS OF GYMNASTICS ON BASIC SKILLS OF ADMINISTRATIVE EMPLOYEES

Stela Paula Mezzomo, Andressa Ribeiro Contreira, Sara Teresinha Corazza

Resumo


Este estudo verificou o efeito da ginástica laboral nas habilidades básicas “tempo de reação” e “coordenação
motora fina” de funcionários de setores administrativos. Participaram 23 funcionários de dois escritórios e de
uma imobiliária da cidade de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, de ambos os sexos (idade média: 38 ± 12,4
anos). Os funcionários participaram da intervenção de ginástica laboral duas vezes na semana durante 12 semanas.
A coordenação motora fina foi avaliada pelo Painel de Habilidades Motoras Finas e o tempo de reação,
através de um software com estímulo visual. Empregou-se o teste t de Student para amostras pareadas com
vistas à verificação da diferença nas variáveis mensuradas intragrupo, com nível de significância de p < 0,05,
através do Pacote Estatístico SPSS, versão 11.0. Os resultados revelaram diferença estatisticamente significativa
na coordenação motora fina (p = 0,000) após o programa, evidenciando a efetividade da ginástica laboral na
melhora dos elementos motores. Já para o tempo de reação simples e de escolha, apesar dos melhores
resultados após o programa, estes não foram significativos estatisticamente.

Palavras-chave


ginástica laboral, coordenação motora fina, tempo de reação.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13037/rbcs.vol8n25.1115

Indexadores: