MATURAÇÃO SEXUAL E APTIDÃO FÍSICA DE ESCOLARES DE ILHABELA

Autores

  • Gerson Luis de Morais Ferrari Universidade Federal de São Paulo
  • Rodrigo Mateus Farias Universidade Federal de São Paulo
  • Tatiane Kosimenko Ferrari Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul - CELAFISCS
  • Victor Keihan Rodrigues Matsudo Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul - CELAFISCS

DOI:

https://doi.org/10.13037/ras.vol13n45.2981

Palavras-chave:

Educação Física

Resumo

Introdução: o desenvolvimento adequado das capacidades físicas está diretamente relacionado com uma melhor qualidade de vida em todas as fases da vida. Objetivo: verificar a associação entre a maturação sexual e a aptidão física de escolares de 7 a 18 anos do município de Ilhabela. Métodos: o estudo faz parte do Projeto Misto Longitudinal de Crescimento, Desenvolvimento e Aptidão Física de Ilhabela. Participaram do estudo 1.156 escolares de ambos os sexos de 7 a 18 anos de idade. As variáveis analisadas foram: massa corporal, estatura, adiposidade, força de membros inferiores e superiores, abdominal, flexibilidade, agilidade, velocidade, e aptidão cardiorespiratória. A maturação sexual foi realizada de acordo com o método de auto-avaliação dos pelos púbicos (P1 a P5). Foi feito a análise de regressão linear e ANOVA one way seguido do post hoc de Bonferroni. O nível de significância adotado foi p<0,05. Resultados: no sexo masculino, observou-se que o percentual de gordura corporal foi 11,4% maior em P1 (p=0,04) e 10,2% maior em P3 (p=0,01), comparado ao P5. As diferenças entre os estágios maturacionais ocorreram na flexibilidade (p=0,03), nos testes de abdominais (p=0,04) e na flexão de braços (p<0,01), entre P2 e P5. No sexo feminino, valores médios de aptidão cardiorrespiratória foram inferiores (p<0,01) para aquelas nos estágios finais de maturação. Conclusão: são necessários programas de intervenção para a promoção de níveis satisfatórios de aptidão física relacionada à saúde desses indivíduos, especialmente para os meninos nos primeiros estágios de maturação sexual e para as meninas nos estágios mais tardios.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gerson Luis de Morais Ferrari, Universidade Federal de São Paulo

Departamento de Pediatria

Rodrigo Mateus Farias, Universidade Federal de São Paulo

Programa de Pós-graduação em Saúde Baseada em Evidências

Tatiane Kosimenko Ferrari, Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul - CELAFISCS

Departamento de Aptidão Física

Victor Keihan Rodrigues Matsudo, Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul - CELAFISCS

Departamento de Aptidão Física

Downloads

Publicado

29-09-2015

Edição

Seção

ARTIGOS ORIGINAIS