DESEMPENHO FÍSICO EM FUTEBOLISTAS: FORÇA MÁXIMA E EXPLOSIVA PHYSICAL PERFORMANCE IN SOCCER PLAYERS: MAXIMUM AND EXPLOSIVE STRENGTH

Autores

  • Jefferson Eduardo Hespanhol Universidade Católica de Campinas – PUC-Campinas – Campinas – São Paulo – Brasil
  • Miguel de Arruda Universidade Estadual de Campinas – Unicamp, Campinas, São Paulo – Brasil
  • Joel Moreira Prates Universidade Estadual de Campinas – Unicamp, Campinas, São Paulo – Brasil

DOI:

https://doi.org/10.13037/rbcs.vol6n17.357

Palavras-chave:

futebol, avaliação de desempenho, força.

Resumo

Introdução: a agilidade dos futebolistas durante as partidas é requerida com grande freqüência na marcação, no desarme, no drible e nas jogadas de todas as posições táticas do jogo de futebol. Isso expressa evidências de que o aumento da força dos músculos poderá resultar em aumento nas capacidades de aceleração e desaceleração dos jogadores de futebol, tornando-os mais ágeis e velozes. Objetivos: realizar uma revisão na literatura especializada sobre o futebol, com informações sobre o desempenho da força em futebolistas. Método: revisão da literatura com amostras de estudos de jogadores de equipes brasileira, grega, portuguesa, espanhola, escocesa e norueguesa. Resultados: houve uma tendência em utilizar os testes de saltos verticais SJ, CMJ e CJ5sec em futebolistas em suas respectivas validades. Com relação à força máxima, foram encontrados dois testes diferentes: leg-press e agachamento, diferenciando-se pelo nível de competitividade e maturidade. Conclusão: os resultados revelam que os jogadores europeus profissionais foram mais fortes do que os brasileiros no SJ. Todavia, esse fato não foi observado no desempenho CMJ. Para CJ5sec, não foram encontrados estudos nesse aspecto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Edição

Seção

ARTIGOS ORIGINAIS

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)