RETORNOS DA ESCOLARIDADE NO BRASIL E REGIÕES

Autores

  • Glauber Flaviano Silveira * Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais - IBMEC; * Fundação João Pinheiro - FJP.
  • Marília Fernandes Maciel Gomes Universidade Federal de Viçosa, UFV
  • João Eustáquio de Lima Universidade Federal de Viçosa, UFV
  • José Maria Alves da Silva Universidade Federal de Viçosa, UFV

DOI:

https://doi.org/10.13037/gr.vol31n91.2232

Resumo

Um dos determinantes do desenvolvimento econômico de uma nação é o capital humano, sendo que os retornos da escolaridade se apresentam como fator crucial. Verifica-se, na literatura nacional, a predominância de estudos que contemplam em sua unidade de análise o Brasil como um todo ou um estado, em específico. Nesse sentido, no presente trabalho buscou-se avaliar os retornos da escolaridade no Brasil e em suas regiões, bem como analisar de que modo o grau de instrução (fundamental, médio ou superior) afeta o retorno da escolaridade dos indivíduos quanto ao gênero. Os resultados evidenciaram que o retorno da escolaridade no Brasil é positivo, tanto para os homens quanto para as mulheres. Na análise em que foram destacadas as diferenças regionais, constatou-se a existência de heterogeneidade entre as regiões. Além disso, na análise por grau de instrução, verifica-se que os retornos da escolaridade são crescentes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Glauber Flaviano Silveira, * Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais - IBMEC; * Fundação João Pinheiro - FJP.

Mestre em Economia Aplicada e Especialista em Economia Empresarial. Atua nas áreas de Economia e Finanças, como professor, e na Fundação João Pinheiro, como pesquisador.

Marília Fernandes Maciel Gomes, Universidade Federal de Viçosa, UFV

Possui graduação em Matemática pela Universidade Federal de Viçosa (1977), mestrado em Economia Rural pela Universidade Federal de Viçosa (1981) e doutorado em Economia Rural pela Universidade Federal de Viçosa (1989). Atualmente é professora Associada IV da Universidade Federal de Viçosa. Tem experiência na área de Economia, com ênfase em Economia Agrária, atuando principalmente nos seguintes temas: agronegócio, cadeias produtivas agropecuárias, competitividade, medidas não tarifárias e políticas públicas.

João Eustáquio de Lima, Universidade Federal de Viçosa, UFV

Possui Graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Viçosa (1969), Mestrado em Economia Rural pela Universidade Federal de Viçosa (1971), Mestrado em Economia - Michigan State University (1975) e Doutorado em Economia Rural - Michigan State University (1977). Atualmente é Professor Titular no Departamento de Economia Rural da Universidade Federal de Viçosa. Tem experiência na área de Economia e Economia Rural com ênfase em Métodos Quantitativos e Econometria. É docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Economia Aplicada (Mestrado e Doutorado), atuando principalmente nos seguintes temas: produção e emprego agrícola, modernização da agricultura, eficiência na produção agropecuária, mercado de trabalho, avaliação de programas e políticas públicas, retornos dos investimentos em educação.

José Maria Alves da Silva, Universidade Federal de Viçosa, UFV

Possui graduação em Ciências Econômicas pelo Centro Universitário Fundação Santo André (1976), mestrado em Economia Aplicada pela Universidade Federal de Viçosa (1980) e doutorado em Economia pela Universidade de São Paulo (1990). Atualmente é Professor Associado da Universidade Federal de Viçosa. Tem experiência na área de Economia, com ênfase em Economia Monetária e Fiscal.

Downloads

Publicado

27-03-2015