Acesso à Educação Superior e Desenvolvimento Regional: Como esses construtos se relacionam?

Autores

  • Donizeti Leandro de Souza Universidade Federal de Lavras / Instituto Federal do Sul de Minas
  • Luiz Gonzaga de Castro Junior Universidade Federal de lavras / Departamento de Administração e Economia
  • Lílian Ferrugini Universidade Federal de Lavras / Departamento de Administração e Economia
  • Natália Carolina Duarte de Medeiros Universidade Federal de Lavras / Instituto Federal de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.13037/gr.vol30n89.2265

Resumo

O objetivo deste artigo é analisar a relação de simetria entre os níveis de acesso à educação superior com o desenvolvimento regional. Como procedimento metodológico, realizou-se um estudo empírico nos 853 municípios de Minas Gerais, por meio do modelo estatístico de regressão múltipla, com o propósito de analisar a existência de correlações entre variáveis ligadas à educação superior com indicadores de crescimento econômico, mensurados através de taxas de empreendedorismo, níveis de desemprego e produto interno bruto municipal. Os resultados apresentam forte simetria entre acesso à educação superior com aumentos nos níveis de desenvolvimento econômico municipal, sendo o sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB) uma importante estratégia de política pública, capaz de ampliar o acesso à educação superior e, consequentemente, estimular o desenvolvimento municipal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Donizeti Leandro de Souza, Universidade Federal de Lavras / Instituto Federal do Sul de Minas

Doutorando em Administração pela Universidade Federal de Lavras na área de Gestão estratégica, Marketing e Inovação. Graduado e mestre em Administração, especialista em Gestão de pessoas e em Gestão Executiva de Negócios. Possui experiência como docente na área administrativa, programas de estágio e Educação a Distância.

Luiz Gonzaga de Castro Junior, Universidade Federal de lavras / Departamento de Administração e Economia

Graduação e mestrado em Administração pela Universidade Federal de Lavras e doutorado em Economia Aplicada pela Universidade de São Paulo. Atualmente, Professor Dr. da Universidade Federal de Lavras, docente permanente do PPGA/UFLA, orientador de mestrado e doutorado. Coordenador do Centro de Inteligência em Mercados (CIM) e pesquisador líder do Bureau de Inteligência Competitiva do Café. Coordenador de projetos vinculados ao Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia do Café (INCT-Café) e ao Polo de Excelência do Café (PEC Secretaria de Ciência e Tecnologia de Minas Gerais). Áreas de atuação: inteligência competitiva, comercialização, mercados de derivativos e gestão de custo.

Lílian Ferrugini, Universidade Federal de Lavras / Departamento de Administração e Economia

Doutoranda em Administração pela Universidade Federal de Lavras na área de Gestão estratégica, Marketing e Inovação. Graduada em Administração de Empresas e MBA em Finanças pela Universidade Federal de Juiz de Fora. Tem experiência na área de Administração, com ênfase em Finanças.

Natália Carolina Duarte de Medeiros, Universidade Federal de Lavras / Instituto Federal de Minas Gerais

Mestre em Administração na Universidade Federal de Lavras, com graduação em Tecnologia em Gestão Financeira pelo Instituto Federal de Minas Gerais. Atua na área financeira, com enfâse em assuntos ligados a estrutura de capital e assimetria de infomação.

Downloads

Publicado

26-09-2014

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)