TEMPO DE MARCAS LÍQUIDAS: UM ESTUDO SOBRE O VALOR DAS PRINCIPAIS MARCAS GLOBAIS

Autores

Palavras-chave:

Valor da marca. Valor das Empresas. Ativos intangíveis

Resumo

Vivemos tempos líquidos em que as construções do século XX dão lugar a novos conceitos econômicos. Os ativos intangíveis apresentam crescimento na composição do valor das empresas e a marca constitui-se em importante componente destes ativos, representando um elo entre empresas e clientes. Realizou-se pesquisa com o objetivo de analisar o comportamento das marcas mais valiosas do mundo de 2001 a 2018 e identificar se os conceitos de “liquidificação” propostos por Bauman podem ser empregados à marca. Utilizou-se o Ranking de valor das marcas da Interbrand e constatou-se que houve flutuações na posição, valor monetário das marcas além do surgimento de novas marcas. 25.15% das marcas estiveram em todos os anos, 51% das marcas presentes em 2001 estavam também em 2018, mas nenhuma das 171 marcas que constituíram os diferentes rankings anuais sustentaram suas posições no período. Resultados conduzem a discussão de que vivemos tempos de marcas líquidas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sérgio Feliciano Crispim, USCS - Universidade de São Caetano do Sul USP - Universidade de São Paulo

PPGA - USCS
EACH - USP
Membro do Grupo CNPq: Núcleo de Estudos Estratégicos sobre Competitividade Empresarial e Atratividade Setorial - NECA

Marcos Dornelles, USCS - Universidade de São Caetano do Sul ESEG - Escola Superior de Engenharia e Gestão

PPGA - USCS
Engenharia e Administração - ESEG
Membro do Grupo CNPq: Núcleo de Estudos Estratégicos sobre Competitividade Empresarial e Atratividade Setorial - NECA

Publicado

13-01-2021