AMBIENTE VIRTUAL MOODLE COMO APOIO AO ENSINO PRESENCIAL DE PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETO

Autores

Resumo

A disciplina de Programação Orientada a Objeto (POO) é fundamental para o ensino de desenvolvimento de software no Curso Técnico em Informática Integrado ao Ensino Médio ofertado pelo Instituto Federal do Paraná de Paranavaí. Justamente nesta disciplina, grande parte dos alunos possuem muitas dificuldades. Assim, a plataforma MOODLE foi utilizada para o apoio virtual do ensino presencial de POO. O experimento foi realizado com a separação dos alunos em um grupo de controle (GC) e um grupo experimental (GE), na qual, somente o GE teve o apoio virtual. A validação foi realizada em dois conteúdos com inversão dos papéis dos GE e o GC. Na validação do primeiro conteúdo, o GE obteve 28 pontos percentuais acima da média de acerto do GC que obteve 31%. Na validação do segundo conteúdo, o GE obteve 10 pontos percentuais acima da média de acerto do GC que obteve 45%. De forma geral, os resultados apresentam indícios de melhora do desempenho dos estudantes que tiveram apoio do MOODLE.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Hélio Toshio Kamakawa, Instituto Federal do Paraná

Informação e Comunicação/Informática

Angela Fontana Marques, Instituto Federal do Paraná

Chefe de Seção de Estágios e Relações Comunitárias

Francisco Pereira Junior, Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Departamento Acadêmico de Computação

Referências

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6028: Informação e documentação – Resumo – Apresentação. Rio de Janeiro, 2003.

GOMES A.; HENRIQUES J.; MENDES A. Uma proposta para ajudar alunos com dificuldades na aprendizagem inicial de programação de computadores. Revista Educação, Formação & Tecnologias, v. 1, n. 1, p. 93-103, 2008.

HEIDRICH, D. N.; ANGOTTI, J. A. P. Implantação e avaliação de ensino semipresencial em disciplinas de bioquímica utilizando ambiente virtual de aprendizagem. Journal of Bichemistry Education, São Paulo, 2010.

HORN, M. B.; STAKER H. Blended: usando a inovação disruptiva para aprimorar a educação. Porto Alegre: Penso, 2014.

KAMAKAWA, H. T.; MARQUES, A.; LOPES, L. F. Desenvolvimento de uma proposta computacional para o gerenciamento do Conselho de Classe. Revista Renote, Novas Tecnologias na Educação, Rio Grande do Sul, 2018.

LACERDA, A. L.; SILVA, T. Materiais e estratégias didáticas em ambiente virtual de aprendizagem. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, 2015.

MEZZARI, A. O uso da Aprendizagem Baseada em Problemas (ABP) como reforço ao ensino presencial utilizando o ambiente de aprendizagem Moodle. Revista Brasileira de Educação Médica, Brasília, 2011.

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA; CASA CIVIL, SUBCHEFIA PARA ASSUNTOS JURÍDICOS. Lei Nº 11.892, de 29 de dezembro de 2008. Institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, e dá outras providências. Brasília, 2008.

SANTA-ROSA, J. G.; STRUCHINER, M. Tecnologia no contexto do ensino de histologia: Pesquisa e desenvolvimento de um ambiente virtual de ensino e aprendizagem. Revista Brasileira de Educação Médica, Brasília, 2011.

SILVA, L. M. G.; GUTIÉRREZ, M. G. R.; DOMENICO E. B. L. D. Ambiente virtual de aprendizagem na educação continuada em enfermagem. Acta Paulista de Enfermagem, São Paulo, 2010.

SOUZA, D. M.; BATISTA, M. H. S.; BARBOSA, E. F. Problemas e Dificuldades no Ensino e na Aprendizagem de Programação: Um Mapeamento Sistemático. Revista Brasileira de Informática na Educação, 2016.

Downloads

Publicado

18-09-2020