A morte no telejornalismo: o caso do voo 447 da Air France no Jornal Nacional

Michele Negrini

Resumo


Este artigo tem como objetivo analisar o tratamento dado à morte na cobertura do Jornal Nacional (JN) ao acidente com o voo 447 da Air France. Também observou-se como o JN abordou questões ligadas à tragédia, como o sofrimento de parentes das vítimas, a repercussão da catástrofe no mundo e possíveis explicações para a ocorrência do caso. Considerou-se a morte como acontecimento jornalístico a partir da definição de Adriano Duarte Rodrigues. Tomaram-se como objeto de estudo as edições do telejornal que foram ao ar nos dias 01, 02 e 03 de junho de 2009.

Palavras-chave


Morte; Jornalismo Televisivo; Acontecimento Jornalístico

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13037/ci.vol10n19.898

Indexadores de que a C&I faz parte:

 

 

Latindex

Latindex

 

ISSN 2178-0145