Análise estrutural todoroviana do tecido narrativo confeccionado em "Record" (direção de Mess Santos, 2014)

Autores

  • João Paulo Hergesel Universidade Anhembi Morumbi
  • Míriam Cristina Carlos Silva Universidade de Sorocaba

DOI:

https://doi.org/10.13037/ci.vol17n35.3887

Palavras-chave:

Análise de produtos audiovisuais, Narrativas Midiáticas, Videoclipe, Estruturalismo, Tzvetan Todorov

Resumo

Esta pesquisa questionou se o Estruturalismo pode ser uma metodologia indicada para o estudo de narrativas midiáticas contemporâneas sem compromisso artístico. Para isso, aplicou-se a teoria de Todorov em um videoclipe juvenil brasileiro. O objetivo foi detectar se, por meio da compreensão das categorias narrativas, seria possível chegar a uma análise relevante para o produto. Detectou-se, por fim, que o Estruturalismo é, de fato, um processo metodológico que surte efeito mesmo em produtos audiovisuais cotidianos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

João Paulo Hergesel, Universidade Anhembi Morumbi

Doutorando em Comunicação pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM) e bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (PROSUP/Capes). Membro dos Grupos de Pesquisa Inovações e Rupturas na Ficção Televisiva Brasileira (UAM/CNPq) e Narrativas Midiáticas (Uniso/CNPq). Contato: jp_hergesel@hotmail.com.

Míriam Cristina Carlos Silva, Universidade de Sorocaba

Professora do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura da Universidade de Sorocaba (Uniso), doutora em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e pós-doutora em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS). Líder do Grupo de Pesquisa em Narrativas Midiáticas (Uniso/CNPq). Contato: miriam.silva@prof.uniso.br.

Downloads

Publicado

07-11-2016