PERSPECTIVAS PARA A FORMAÇÃO DOCENTE UNIVERSITÁRIA COM ASPECTOS MAKERS.

Autores

  • Renato Frosch Professor da Unimonte e Universidade São Judas Tadeu Pesquisador Unisantos
  • Antonio Fernando Gomes Alves Professor da Universidade São Judas Tadeu

DOI:

https://doi.org/10.13037/rea-e.vol2n4.4997

Resumo

O presente trabalho aponta experiências no processo formativo de professores universitários a partir de aspectos do movimento maker - filosofia baseada em estratégias pedagógicas inspiradas no "faça você mesmo", com características relacionadas à fabricação digital. Os professores que participaram da formação estavam, no momento da pesquisa, ativos em disciplinas de diversas áreas do conhecimento científico, tendo-se o processo de investigação estendido do segundo semestre de 2016 ao segundo semestre de 2017. As capacitações e, consequentemente, a pesquisa ocorreram em quatro instituições de ensino superior: dois centros universitários de Minas Gerais e um centro universitário e uma universidade em São Paulo. Os resultados parciais do trabalho indicam possibilidades de aprendizagem amparadas em relações acadêmicas colaborativas e democráticas com base em alguns projetos especificamente ou em outros, práticos, relacionados com as comunidades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Renato Frosch, Professor da Unimonte e Universidade São Judas Tadeu Pesquisador Unisantos

Antonio Fernando Gomes Alves, Professor da Universidade São Judas Tadeu

Downloads

Publicado

17-01-2018

Edição

Seção

ARTIGOS FLUXO CONTÍNUO