AFETIVIDADE E EDUCAÇÃO: METAESTUDO COM PESQUISAS BRASILEIRAS

Autores

Resumo

Este artigo apresenta uma análise sobre a produção científica brasileira na área da educação. A partir do conjunto de artigos publicados em periódicos A1, A2, B1, B2, B3, B4 e B5 no Qualis Capes, buscou-se identificar uma série de convergências dessas pesquisas, de forma a compreender as características dos periódicos que publicam tal assunto, bem como, as características dos autores e os tipos de estudos realizados. Foram analisados 9 artigos, publicados entre 2013 e 2017. Os resultados mostraram que os trabalhos sobre afetividade são publicados, em sua maioria, em periódicos A1, possuem 2 autores, sendo que mais mulheres do que homens publicam sobre este tema. A abordagem qualitativa foi prevalente e, a utilização de questionários em busca de dados primários também foram observados. Conclui-se que a pesquisa propiciou a construção de um panorama a respeito dos estudos sobre afetividade demonstrando que a temática é atual e vem marcando presença nos melhores periódicos do Brasil, que publicam sobre assuntos relativos à educação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gabriella Garcia de Souza, Centro Regional Universitário de Espírito Santo do Pinhal

Graduada em Pedagogia pelo Centro Regional Universitário de Espírito Santo do Pinhal

Eliana Anunciato Franco de Camargo, Centro Regional Universitário de Espírito Santo do Pinhal

Possui doutorado em Biologia Animal, na área de Relações Antrópicas, Meio Ambiente e Parasitologia pela Universidade Estadual de Campinas (2016), mestrado em Parasitologia pela Universidade Estadual de Campinas (1997), especialização em Educação a Distância pela Universidade Norte do Paraná (2017) e em Docência na Saúde pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2015), graduação em Licenciatura em Ciências - Faculdades Integradas Maria Imaculada (1992) e graduação em Pedagogia - Faculdades Integradas de Amparo (2000). Atualmente é professora nos cursos de Biomedicina, Educação Física, Enfermagem, Farmácia e Pedagogia no Centro Regional Universitário de Espírito Santo do Pinhal (UniPinhal). Tem experiência na área de Parasitologia, com ênfase em Entomologia e Malacologia de Parasitos e Vetores, na área de Ensino Aprendizagem e na área de Educação a Distância.

José Tarcísio Franco de Camargo, Centro Regional Universitário de Espírito Santo do Pinhal

Possui graduação em Engenharia Elétrica pela Universidade Estadual de Campinas(1989), graduação em Curso Superior de Licenciatura em Pedagogia pelo Centro Universitário Internacional UNINTER(2015), mestrado em Engenharia Elétrica pela Universidade Estadual de Campinas(1992) e doutorado em Engenharia Elétrica pela Universidade Estadual de Campinas(1995). Atualmente é Professor do Centro Regional Universitário de Espírito Santo do Pinhal, Professor do Centro Guaçuano de Educação Profissional "Governador Mário Covas", Membro de corpo editorial da Interciência e Sociedade - Fac. Municipal "Professor Franco Montoro" e Coordenador de Educação a Distância do Centro Regional Universitário Espírito Santo do Pinhal. Tem experiência na área de Ciência da Computação.

Estéfano Vizconde Veraszto, Universidade Federal de São Carlos

Físico e Doutor em Educação, Ciência e Tecnologia pela UNICAMP com estágio na Universidade Complutense de Madrid. Professor Adjunto da Universidade Federal de São Carlos, Departamento. de Ciências da Natureza, Matemática e Educação, Campus Araras. Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Natureza e Matemática. Especialista em Ambientes Virtuais de Aprendizagem e em Indicadores e Estatísticas Educativas.

Downloads

Publicado

14-12-2020