A ficção televisiva e o galã de novela em zona de fronteira entre o machismo e o feminismo: um estudo de caso do galã José Mayer

João Nemi Neto, Daniela Jakubaszko

Resumo


Este artigo apresenta um estudo de caso do galã José Mayer com o objetivo de refletir como o tempo histórico presente, que problematiza o machismo, é capaz de pressionar o gênero teledramatúrgico a transformar padrões composicionais fundamentais. Por meio de análise em perspectiva dialógica, conclui-se que é possível registrar mudanças significativas na construção do galã, assim como nas formas composicionais para o happy ending. O diálogo que se forma nas fronteiras entre ficção e realidade pressiona as formas estéticas e as práticas culturais a se transformarem.


Texto completo: PDF




Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

Indexadores de que a C&I faz parte:

 

 

Latindex

Latindex

 

ISSN 2178-0145