Educação em Saúde e Parasitologia: uma experiência integradora

Eliana Anunciato Franco de Camargo, José Tarcísio Franco de Camargo

Resumo


O estudo da Parasitologia embasa a construção de conhecimentos e propicia o reconhecimento de determinantes sociais e ambientais na transmissão das doenças parasitárias. Práticas de ensino mediadas por procedimentos significativos podem impactar positivamente o aprendizado dos graduandos. Objetivou-se com esta pesquisa compartilhar metodologias que favoreçam a aprendizagem através da utilização de práticas investigativas e reflexivas. Nos procedimentos metodológicos, além das aulas teóricas e práticas, foram desenvolvidas atividades que envolveram visitas a laboratórios de análises clínicas e curso de capacitação em ambiente virtual de aprendizagem. Os resultados demonstraram que as práticas docentes utilizadas atualmente se distanciam da abordagem contextualizada e problematizadora que a disciplina impõe. Esta pesquisa aponta a necessidade de (re)pensar o ensino de parasitologia sob o ponto de vista de uma aprendizagem bem-sucedida e oferece aos docentes pressupostos de uma educação contemporânea.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13037/rea-e.vol2n3.4655

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexadores de que a REAe faz parte: 

BBE: http://pergamum.inep.gov.br/pergamum/biblioteca/

CZ3 : http://ezb.uni-regensburg.de/

DIADORIN: diadorim.ibict.br/

Google Scholar: https://scholar.google.com.br/scholar

IRESIE: iresie.unam.mx/

LATINDEX:http://www.latindex.org/latindex/inicio

LiVre - http://livre.cnen.gov.br/Inicial.asp

SUMARIOS: https://sumarios.org

 

 

      

 

 

A REAe utiliza o software iThenticate para detecção e prevenção de plágio.