A REPRESENTAÇÃO SOCIAL DE SI MESMO E DA PROFISSÃO DOCENTE DE PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA DA EDUCAÇÃO BÁSICA

Hugo Norberto Krug, Marilia de Rosso Krug, Rodrigo de Rosso Krug, Cassiano Telles, Patric Paludett Flores

Resumo


O objetivo deste estudo foi analisar as Representações Sociais (RS) de si mesmo e da profissão docente e suas justificativas de professores de Educação Física (EF) da Educação Básica (EB) de uma cidade da região central do Rio Grande do Sul. Essa pesquisa qualitativa descritiva do tipo estudo de caso utilizou como instrumento o Teste de Associação Livre de Palavras, tendo a interpretação por meio da análise de conteúdo. Participaram 20 professores de EF da EB da referida cidade. Concluímos que foi possível representar a profissão docente em duas palavras (trabalho e sustento), o trabalho docente em cinco palavras (ensinar, gratificante, desvalorização, estressante e isolado) e ser professor também em cinco palavras (educador, vocação, profissional, conhecimento e amigo), sendo que das doze palavras, nove foram com conotação positiva e três com conotação negativa. Assim, as RS dos professores estudados sobre a temática são positivas em sua maioria.

 

Palavras-chave: Educação Física. Representação Social. Profissão Docente. Educação Básica.


Texto completo: PDF


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .