LESÕES EM ATLETAS DE FUTEBOL PROFISSIONAL DE UM CLUBE DA CIDADE DE CAMPINA GRANDE-PB.

José Vasconcelos Júnior, Thiago Oliveira Assis

Resumo


Introdução: O futebol é o esporte mais praticado no Brasil e no mundo. Devido a sua competitividade, tem exigido dos atletas, um condicionamento físico cada vez mais intenso. Aqueles atletas que não se enquadram nessa nova realidade, têm exposto suas estruturas musculoesqueléticas a diversas lesões. Objetivo: Estudar o perfil das lesões em atletas de futebol de campo profissional de um clube profissional na cidade de Campina Grande – Pb. Materiais e métodos: Trata-se de um estudo exploratório, descritivo e transversal com abordagem quantitativa. Participaram desse estudo 19 atletas. Para coleta de dados foi utilizado um questionário semi-estruturado. Os resultados foram armazenados e analisados no Excel® v.2007. Este estudo foi aprovado pelo comitê de ética e pesquisa do centro de ensino superior e desenvolvimento – CESED de Campina Grande através do protocolo: 0056.0.405.000-09. Resultados: Um total de 20 lesões foram registradas durante a temporada 2009. A posição de atacante foi a mais ocorrente (31,5%). A região mais acometida foi a da coxa (30%) e o diagnóstico estiramento muscular ou entorse com 20% do total. Quanto à gravidade das lesões 75% foram moderadas gerando um afastamento de 8 a 21 dias e 70% sem contato físico. Conclusão: Diante da nova realidade do futebol mundial, faz necessária uma preparação física cada vez mais rigorosa, sobretudo na tentativa de reduzir a incidência ou mesmo a gravidade das lesões.

Palavras-chave


Epidemiologia descritiva, Futebol, Lesões esportivas.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13037/rbcs.vol8n26.1066

Indexadores: