Principais métodos de avaliação psicométrica da validade de instrumentos de medida

Cristiane Martins Cunha, Omar Pereira de Almeida Neto, Renata Stackfleth

Resumo


Introdução: É cada vez mais comum a publicação de estudos que demonstram a importância da adequadaavaliação psicométrica dos instrumentos de medida, como sendo um critério de boa qualidade doinstrumento, no que se refere às evidências de validade e confiabilidade. A validade de um instrumento demedida reúne um conjunto de evidências que comprovam que ele está de fato mensurando o constructo quesupostamente pretende medir. Este artigo tem o objetivo de apresentar os princípios básicos de avaliaçãopsicométrica da validade dos instrumentos de medida e os principais métodos estatísticos descritos naliteratura. Desenvolvimento: A pesquisa foi realizada a partir de publicações nas bases de dados Medline,LILACS e IBECS e também pelas descrições em livros da área. A análise dos estudos envolveu leiturade títulos, resumos e textos publicados nos últimos dez anos, e foram excluídos artigos duplicados ouque não respondiam ao objetivo desta revisão. As técnicas de avaliação da validade quantitativas quecompõem o modelo trinário (validade de constructo, validade de conteúdo e validade de critério), têm semostrado suficientes e satisfatórias na demonstração da validade de um instrumento. Conclusão: De ummodo geral, os autores concordam com os critérios fundamentais de avaliação da validade de um bominstrumento de medida. A validade de um instrumento de medida é um atributo psicométrico presenteem um bom instrumento e precisa ser contemplado nessas categorias de estudo.


Palavras-chave


Validade dos testes, Medidas, Métodos e teorias, Questionários, Psicometria

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13037/ras.vol14n47.3391

Indexadores: