ASSOCIAÇÃO DE FATORES DE RISCO CARDIOVASCULAR EM MULHERES COM NORMO E HIPERTRIGLICERIDEMIA ASSOCIATION OF CARDIOVASCULAR RISK FACTORS IN WOMEN WITH NORMO OR HYPERTRYGLICERIDEMIA

Autores

  • Luiz José Passaline Universidade Iguaçu - UNIG
  • Rafael Pereira Universidade Iguaçu - UNIG
  • Juliano G. Barreto Universidade Iguaçu - UNIG
  • Marco Machado Universidade Iguaçu - UNIG

DOI:

https://doi.org/10.13037/rbcs.vol6n15.539

Palavras-chave:

Triglicerídeos, Colesterol, HDL, LDL, VLDL, Exercício.

Resumo

A hipertrigliceridemia é fator de risco para doenças cardiovasculares, assim como o sedentarismo, a obesidade e a hipercolesterolemia. O objetivo deste estudo foi comparar fatores de risco cardiovascular em mulheres com e sem hipertrigliceridemia. Mulheres entre 18-68 anos foram divididas em dois grupos: NT (n=65; triglicerídeos <150mg.dl-1) e AT (n=54; triglicerídeos >151mg.dl-1). Todas foram medidas e pesadas, tiveram a pressão arterial aferida, responderam a um inquérito de atividades físicas e foram submetidas à dosagem do colesterol total, HDL, LDL e VLDL. Os procedimentos possibilitaram o cálculo do IMC e o dispêndio energético total. As variáveis entre os grupos foram comparadas por meio do teste t de Student (p<0,05). Houve diferença significativa na concentração de triglicerídeos (NT=91,0±24,4mg.dl-1; AT=205,9±47,4 mg.dl-1) e não houve diferença significativa para idade, estatura, IMC, PAS e PAD. O grupo AT apresentou maiores concentrações de colesterol total, LDL e VLDL. Houve diferença entre o dispêndio energético (NT=2059,3±407,8kcal.dia-1; AT=1749,4±326,9kcal.dia-1). Mais de 60% das mulheres apresentaram pelo menos um dos fatores de risco para cardiopatias. Os dados deste estudo permitem postular que a atividade física mantém índices mais saudáveis de triglicerídeos. Há associação entre altos níveis de triglicerídeos e altas concentrações de colesterol total, LDL e VLDL, fartamente descritos na literatura como fatores indutores de doenças cardiovasculares por seu potencial aterogênico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Edição

Seção

ARTIGOS ORIGINAIS

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Artigos Semelhantes

1 2 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.