SAÚDE E EDUCAÇÃO: CAPACITAÇÃO DE DOCENTES DA REDE PÚBLICA DE ENSINO SOBRE A TEMÁTICA COLUNA VERTEBRAL NORMAL E PATOLÓGICA

Autores

Palavras-chave:

Postura, anatomia humana, prevenção, avaliação postural.

Resumo

Introdução: Posturas inadequadas assumidas por crianças e professores em ambiente escolar durante as atividades diárias contribuem para o desenvolvimento de inúmeras alterações posturais as quais, se não identificadas precocemente, podem resultar em sérios agravos à saúde da coluna vertebral. Neste contexto, a contribuição das escolas com projetos de educação e promoção à saúde é importante tanto para discentes quanto para docentes. Entretanto, mesmo aqueles professores que tiveram capacitação, na graduação ou na pós-graduação, sobre o tema “Saúde” não se sentem preparados para abordá-lo em sala. Objetivos: contribuir para a formação de docentes, afim de capacita-los para atuarem na prevenção, identificação e orientação de hábitos posturais inadequados, bem como na detecção de alterações posturais já estabelecidas. Metodologia: No presente estudo, 91 professores da rede municipal de ensino de Mandaguaçu-PR foram convidados a participar de uma capacitação com temas referentes à anatomia e fisiologia da coluna vertebral, suas alterações, prevenções e tratamentos de disfunções. Adicionalmente, foram submetidos a uma avaliação postural e da pisada, concomitante à apresentação de diversas metodologias aplicáveis a seus alunos. Ademais, os mesmos responderam um questionário sobre os temas e visitaram uma exposição museológica com a mesma temática. Resultados: Ficou evidente que grande índice dos participantes não dominava o assunto e demonstrava percepções equivocadas sobre a coluna vertebral, apresentando inclusive diversas alterações posturais. Conclusões: o interesse destes profissionais em participarem de atividades em ambiente não formal foi claro, evidenciando a necessidade de mais projetos de capacitação que visem melhorar a qualidade de vida dos professores e seus alunos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lilian Catarim Fabiano, Universidade Estadual de Maringá (UEM) - Paraná -Brasil

Doutoranda no Programa de Pós-graduação em Biociências e Fisiopatologia da UEM.

 

   Pós-graduação em Biociências e Fisiopatologia (doutorado) 

 

Universidade Estadual de Maringá (UEM)   - MAringá -Paraná-Brasil

Departamento de Ciências Morfológicas

Av. Colombo, 5790 - Zona 7, Maringá - PR, 87020-900

Karile Cristina da Costa, Universidade Estadual de Maringá (UEM) - Paraná - Brasil

Mestranda no Programa de Pós-graduação em Biociências e Fisiopatologia da UEM.

44 984397616

 Pós-graduação em Biociências e Fisiopatologia (mestrado)

Universidade Estadual de Maringá (UEM) - MAringá -Paraná-Brasil

Departamento de Ciências Morfológicas

Av. Colombo, 5790 - Zona 7, Maringá - PR, 87020-900

Carmem Patricia Barbosa, Universidade Estadual de Maringá (UEM)

Docente do Departamento de Ciências Morfológicas da UEM

44 99854-5456

Universidade Estadual de Maringá (UEM)   - MAringá -Paraná-Brasil

 

Docente do Departamento de Ciências Morfológicas

Av. Colombo, 5790 - Zona 7, Maringá - PR, 87020-900

Referências

Santos CIS, Cunha ABN, Braga VP, Saad IAB, Ribeiro MÂG, Conti PBM, O. T. Ocorrência de desvios posturais em escolares do ensino público fundamental de Jaguariúna. Rev. Paul. Pediatr 2009; 27:74–80.

Barro D, Dellani MP, Ortiz MG. Dor musculoesquelética em professores e sua relação com o processo ensino-aprendizagem. Revista de Esducação do Ideau 2013; vol. 8.

Orita LL, de Oliveira DV, Franco MF, Lima J. Estudos acerca da postura em crianças e adolescentes em fase escolar: relação com hábitos de vida. Cad. Ed. Física e Esporte 2018; 16.

Rego A, S. F. Alterações posturais de alunos de 5a e 6a séries do Ensino Fundamental. Fit Perform J 2008; 7:10–15.

Mendes CE, Palombit K, Vieira C, Silva I, Correia-de-Sá P, Castelucci, P. The Effect of Ischemia and Reperfusion on Enteric Glial Cells and Contractile Activity in the Ileum. Dig Dis Sci 2015; 60:2677–2689.

Correa, AL. Avaliação dos desvios posturais em escolares: estudo preliminar. Fisioter Bras 2018; 6:175.

Granville-Garcia AF, Silva JM, Guinho SF, Menezes V. Conhecimento de professores do ensino fundamental sobre saúde bucal. RGO 2007; 55:29–34.

Dora BO, Medeiros RF, Piccinini AM, Carper FP, M.-C. P. Formação continuada de professores para promoção da saúde e prevenção de doenças crônicas na escola. Biomotriz 2012; 6:17–29.

Jacobucci, D. Contribuições dos espaços não-formais de educação para a formação da cultura científica. Rev. em extensão 2008; 7:55–66.

Santos, HH. Análise qualitativa da postura estática por meio do método da observação de pontos anatômicos. Fisioter Bra. 2018; 7:404.

Santana, LA. Prevalência dos tipos de pés de praticantes de ballet clássico que utilizam sapatilhas de ponta. Fisioter Bras 2017; 12, 406.

Delcor NS, Araújo TM, Reis EJ, Porto LA, Carvalho FM, Silva MO, Barbalho L, Andrade JM. Condições de trabalho e saúde dos professores da rede particular de ensino de Vitória da Conquista, Bahia, Brasil. Cad. Saude Publica 2004; 20:187–196.

Carvalho MRV. Perfil do Professor da Educação Básica. INEP 2018; 41.

Fernandes MH, Rocha VM, Souza DJ. A concepção sobre saúde do escolar entre professores do ensino fundamental (1a a 4a séries). História, Ciências, Saúde-Manguinhos 2005; 12:283–291.

Coradini, O. L. Titulação escolar, condição de ‘elite’ e posição social. Rev Bras Educ 2010; 15:45–69.

Carvalho A, Alexandre N. Sintomas osteomusculares em professores do Ensino Fundamental. Rev. Bras. Fisioter 2006; 10.

Rodrigues D, Lima-Rodrigues L. Formação de professores e inclusão: como se reformam os reformadores? Educ em Rev 2011; 41:41–60.

Zapater AR, Silveira DM, Vitta A, Padovani CR, Silva JCP. Postura sentada: a eficácia de um programa de educação para escolares. Cien. Saude Colet 2004; 9:191–199.

Downloads

Publicado

26-10-2020

Edição

Seção

ARTIGOS ORIGINAIS